“Confio no Senhor!”
25 de janeiro de 2020
“Não seja contaminado”
28 de janeiro de 2020

“Você é competitivo?” (Salmo 37)

Vivemos em um mundo extremamente competitivo, durante a vida inteira seremos instigados a lutar para estarmos à frente e sermos os melhores. Entretanto, o mais perverso é competir por uma vaga para cuidar da saúde, 20 vagas para 200 na fila de espera. A questão é que na medida em que somos instigados à competitividade, aguçamos também: O individualismo, a insensibilidade, o egoísmo e a ambição.

Vemos neste salmo que Davi nos instrui sobre como viver em um mundo competitivo sem sermos consumidos pela indiferença, o salmista fez um contraste entre semeadura e colheita da perspectiva do justo e do homem ímpio.

O JUSTO – Tem compromisso com a verdade, no verso 3 ele diz: “Alimenta-te da verdade”. São tantas mentiras no nosso entorno, os políticos mentem para serem eleitos, o comercial mente para vender o produto. É neste contexto que somos desafiados a termos apreço pela verdade. Seremos sempre instigados a nos valer da mentira sob a alegação de que esta é a prática comum e que não existe outro meio para conquistarmos as coisas. O salmista mostra que o Senhor é nosso provedor e dando-nos dois conselhos: “Descansa no Senhor e espera nele” (verso 7) e “Atenta para o que é íntegro” (verso 37). De acordo com a perspectiva de Davi quem assume tal postura colherá três bênçãos: a) Serão sustentados pelo SENHOR (verso 17); b) Jamais se acharão desamparados (verso 25); c) seus filhos serão bênçãos (verso 26).

O ÍMPÍO – A) Conspira contra o justo (verso 12); B) É desonesto (verso 21). É importante termos em mente a seguinte ideia, quanto mais o individuo tem a Deus como o seu Senhor, muito maior será o seu respeito pelo próximo, sendo que o contrario também é verdadeiro, razão pela qual o ímpio é capaz de moer o justo que não concorda em compactuar com os seus desmandos como: sonegação, trapaça, dentre outras atitudes que desagradam o Senhor. E qual o resultado disso? a) O Senhor se ri do ímpio (verso 13); b) ele destrói a si mesmo (verso. 15); c) Seu futuro não é próspero (verso. 38). Você percebe quanta coisa ruim?

Portanto, muito embora você viva em um mundo competitivo e com pessoas descomprometidas com Deus e desleais, é importante destacar que os seus ideais e valores são outros. Por isso, o salmista orienta: “Não te indignes por causa dos malfeitores” (verso. 1) e “Confia no Senhor e faze o bem” (verso 3).

Que o Senhor Jesus abençoe ricamente você e toda a sua família.

Rev. Givaldo Santana (Pastor na IPC de Birigui – SP)