“Semente em boa terra”
13 de junho de 2020
“Você está seguro em Deus?”
16 de junho de 2020

“Um Conosco” (Mateus 1.21)

O que significa a palavra “Emanuel”? É o próprio Mateus quem explica: “ele será chamado Emanuel, que quer dizer: Deus conosco”. De forma clara, sucinta e direta o Espírito Santo declara para o povo de Deus que, Jesus é ninguém menos do que o próprio Deus encarnado.

Jesus não somente é o descendente de Abraão por meio de quem todas as famílias da terra serão abençoadas. Jesus não é somente o descendente de Davi o qual reinará eternamente sobre seu trono e estabelecerá o Reino de Deus, mas ele é alguém maior e mais exaltado. Ele é o próprio Deus vestido de pele humana que veio habitar no meio do Seu povo. A “shekinah”, a presença reveladora de Deus foi manifestada no meio do seu povo e continuaria mesmo após o término da vida terrena de Jesus (Mateus 28.20).

Esse é um mistério insondável o qual deve ser aceito pela fé. Não temos como explicar por meio de argumento racional como se deu essa obra tão majestosa, por isso, devemos nos apegar a revelação. Como que o Deus infinito pode revelar-se num corpo humano?

Lucas diz que o Espírito Santo envolveu Maria de tal forma que o seu filho seria um ente Santo e seria chamado Filho do Altíssimo” (1.32-35). O próprio Filho de Deus entrou em nosso mundo por meio de uma descendente de Adão, contudo, foi completamente preservado de toda mácula e pecado. Ele entrou em nosso mundo por meios normais e ordinários, mas ao mesmo tempo de maneira sobrenatural, pois, o Espírito Santo pousou sobre Maria e preservou o Deus Unigênito.

Ele assumiu a natureza humana e foi feito nosso irmão para ser o Sumo Sacerdote dos filhos de Deus. Só um homem poderia sentir as dores da humanidade e compreender seus dilemas. Só um homem poderia reivindicar o direito de lutar contra Satanás e saquear seu império, porque foi um homem quem levou a humanidade à escravidão.
Por outro lado, somente Deus poderia entender a santidade de Deus e vindicar sua justiça. Por isso, Jesus tem que ser Deus/homem, ou o Deus conosco. Nossa redenção se deu por meio de uma guerra e por meio de um pagamento. Jesus saqueou o império de Satanás e nos libertou das trevas por meio do que Ele fez. Ele também satisfez a justiça de Deus entregando sua vida como sacrifício vicário por nós.

Porque Jesus é nosso Defensor e ao mesmo tempo nosso Redentor ele precisou descer da sua glória, assumir a natureza humana e pagar um alto preço para exaltar o homem diante do trono de Deus. Se Adão rebaixou o homem a um mero espectro humano, o Filho do Deus altíssimo levantou o homem a uma majestosa posição quando se tornou Um com seus irmãos.

Fomos feitos para nos relacionarmos intimamente com nosso Criador, mas o pecado desfez essa comunhão, nos banindo de sua presença amorosa e nos colocando debaixo de sua punição. No entanto, o Filho do Deus vivo assumiu nossa natureza para pagar por nosso pecado e nos levar de volta a doce e bendita presença do nosso Pai celestial.

Jesus Cristo é Deus presente, próximo e protetor. Ele é o Deus que deixou sua glória para se fazer Um com seu povo. Ele é Emanuel: o Deus Conosco.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Antônio Carlos S. Lima (Pastor na IPC de Antonina – PR)

Este devocional foi extraído do livro: “Face a Face com Deus” do mesmo autor – lançamento em breve).