“Todas as Promessas têm Nele o Amém” (Mateus 1.21)

“O pecado dos nossos filhos”
27 de maio de 2020
“Comunhão”
29 de maio de 2020

“Todas as Promessas têm Nele o Amém” (Mateus 1.21)

Meditemos nesse versículo 21 do primeiro capítulo de Mateus. O que ele nos informa? Que Jesus é filho legítimo de Maria, mas adotivo de José. Então Jesus, é o descendente da mulher por meio de quem Deus traz libertação e redenção ao seu povo.

Perceba as imagens do texto de Gênesis 3.15, onde é feito a promessa do Redentor pela primeira vez: “este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar”. O que essas imagens comunicam?

Que o diabo de fato seria completa e totalmente derrotado tendo a sua cabeça esmagada, mas o Redentor seria apenas machucado temporariamente, tendo o seu calcanhar ferido. Jesus morreu, é verdade, mas ressuscitou. Jesus foi apenas ferido pelo adversário, mas a sua morte é outra história. Ele não morreu porque o diabo o derrotou, mas porque livre e espontaneamente deu sua vida como oferta de expiação pelos seus irmãos. Esse foi um pacto estabelecido na eternidade entre o Pai e seu Filho amado tendo como beneficiários seus eleitos (João 10.14-18).

Essas imagens de Jesus como sendo o enviado de Deus que lutaria contra o diabo, e o derrotaria trazendo redenção para os seus irmãos são confirmadas mais tarde pelo próprio Mateus e em outros lugares das Escrituras também. No capítulo 4 de Mateus é dito que Jesus foi conduzido pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo diabo. E lá como o segundo Adão, no deserto e não num paraíso, enfrentou e derrotou o arqui-inimigo dos filhos de Deus.

Enquanto Adão com todas as suas necessidades supridas sucumbe, Jesus Cristo, num deserto, sozinho e com fome derrota Satanás. É no próprio território de Satanás que Jesus o derrota. Essa vitória honra a Deus e traz vergonha para o inimigo. Na cruz essa vitória seria completa e final, mas é aqui que ela começa. A redenção chegou através da semente perfeita e fiel da mulher. A vitória para os filhos de Deus é no deserto assegurada e na cruz completamente efetivada (Col. 2.14-15).

Perceba que a teologia bíblica a respeito de Jesus está tomando forma e é esclarecida no evangelho de Mateus. Jesus é o Rei que descende de Davi e o filho de Abraão por meio de quem Deus abençoará todas as nações. Ele é também a semente da mulher e o novo cabeça da humanidade por meio de quem Deus traz redenção. É à sua imagem que os filhos de Deus devem se conformar (I Coríntios 15.45-49). Todas as pessoas e instituições do Antigo Testamento acham seu cumprimento em Jesus Cristo.

Jesus Cristo é o centro para onde todas as promessas de Deus apontam.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Antônio Carlos S. Lima (Pastor na IPC de Antonina – PR)

Este devocional foi extraído do livro: “Face a Face com Deus” do mesmo autor – lançamento em breve).