“Você está atento?”
25 de maio de 2020
“O pecado dos nossos filhos”
27 de maio de 2020

“Semente sobre pedras”

Jesus continuou ensinando sobre a parábola do semeador. Ele disse aos seus ouvintes: “Parte dela caiu sobre pedras e, quando germinou, as plantas secaram, porque não havia umidade” (Lc 8.6). Jesus deu a interpretação desse tipo de solo. “As que caíram sobre as pedras são os que recebem a palavra com alegria quando a ouvem, mas não têm raiz. Creem durante algum tempo, mas desistem na hora da provação” (Lc 8.13).

Talvez uma maneira simples de entender este tipo de coração seria o entusiasmo momentâneo. Aquela aparente mudança de vida que, na verdade, é apenas aparente. Esse tipo de solo chama a atenção pelas reações iniciais:

Em primeiro lugar, há uma alegria, mas ela é muito passageira. É um tipo de alegria que vem ao coração por ouvir a Palavra de Deus, mas não se aprofunda na verdade das boas novas de salvação em Cristo Jesus. É um solo sem raiz. Vindo as provações, a alegria se dissipa.

Em segundo lugar, é uma fé temporária. Sem raízes, sem firme fundamento. É uma fé puramente superficial, pois, vindo um pouco de vento e a fé logo é dissipada. A causa da alegria dissipar e a fé esmorecer apenas tornam evidente que não houve, de fato, a conversão a Deus. Mateus diz: “Quando surge alguma tribulação ou perseguição por causa da palavra, logo a abandona” (Mt 13.21). Tribulação, perseguição, mas é interessante observar a razão, por causa da Palavra de Deus. É importante que a fé seja provada, pois, assim, será manifestado se ela tem raízes ou não. A fé que é superficial não resiste às provações. Por outro lado, aquele que tem sua fé firme e fundamentada na Palavra de Deus, não apenas vence as provações, mas também é fortalecido por meio delas.

Se a verdade de Deus não criar raízes profundas no coração do ser humano, vindo as provações, ela será arrancada sem dificuldades. E, não perseverar nas provações, faz toda a diferença quanto a viver eternamente com Deus. “Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida, que Deus prometeu aos que o amam” (Tg 1.12).

A reação da alegria é diferente no coração daquele que ouve e crê na Palavra de Deus. Apesar de passar por tribulações, a alegria é uma realidade permanente em sua vida, pois a sua alegria vem do Senhor e da Sua Palavra e não de uma emoção passageira.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. José Paulo Brocco (Pastor na 1ª IPC de São Paulo)