“Criando nossos filhos no temor do Senhor”
29 de novembro de 2019
“Qual a importância da ortodoxia para a igreja?”
2 de dezembro de 2019

“Seja um bom estrategista”

“O cavalo prepara-se para o dia da batalha, mas…” (Provérbios 21:31)

O curso de gestão está em alta na atualidade e são várias as especialidades como Gestão em pessoas, saúde, negócios, educação, dentre outros. A premissa básica é que você precisa ser bem organizado e planejar bem as suas ações para que os resultados esperados sejam alcançados. Um fator que muitos não levam em consideração é que a nossa estratégia pode não ser a melhor, vindo todo o planejamento a fracassar. O sábio Salomão nos ajudar a pensar um pouco sobre esta questão como veremos.

Somos seres dotados de inteligência, e naturalmente traçamos bons planos no propósito de alcançarmos os nossos objetivos. Observe que Salomão ilustra isso usando um cenário de guerra. Muito embora a nação de Israel não dispusesse de uma cavalaria para tal finalidade, vemos esta ideia presente em algumas partes do Antigo Testamento. “O cavalo prepara-se para o dia da batalha”. Em um período onde as potentes máquinas bélicas ainda não existiam, aquela nação que possuía bons cavalos naturalmente sobressaia às demais. Uma boa cavalaria somada com uma excelente estratégia poderia resultar em um exército vitorioso. Observe que eu disse: PODERIA! Tal ênfase se deve justamente à conjunção que vem na sequência, como veremos.

Observe o que diz o sábio no desdobramento: “Mas”. Acontece que como estamos sujeitos a uma série de variantes, as nossas estratégias podem não ser as melhores ou podemos falhar na execução do planejamento. Certa vez planejei uma viajem e tomei as providências que julgava necessárias. Comprei as passagens, no dia marcado arrumei as malas, verifiquei os documentos e segui para o aeroporto. Porém, um imprevisto aconteceu, no meio do caminho desabou uma forte tempestade e o trânsito travou impedindo que eu chegasse ao aeroporto resultando na perda do voo. A conjunção adversativa no texto serve para os leitores como um alerta. Você pode ser uma pessoa muito inteligente, boa naquilo que faz, mas ainda assim, as coisas podem sair do seu controle. É por esta razão que Salomão chama a sua atenção para a realidade que segue.

“A vitória vem do Senhor”. Quanta convicção! No livro dos Salmos encontramos vários personagens dando testemunhos pessoais baseados nesta certeza. “O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio” (Sl. 46.7). O texto de Provérbios 21:31 nos adverte para que aprendamos com o salmista: “Se não fora o Senhor, que esteve ao nosso lado, Israel que o diga;” (Sl. 124.1). É o Senhor que na sua graça e misericórdia nos dota de inteligência e é servido em confirmar os nossos projetos quando visamos o louvor da sua glória.

Em que consiste ser um bom estrategista? É simplesmente entender que os nossos planos e projetos por melhores que possam parecer devem ser apresentados perante o Senhor, pois apenas Ele é capaz de nos despertar para percebermos que existem falhas no projeto e, que precisamos rever algumas ações nas áreas: espiritual, física, financeira, relacionamentos e outros.

Quando você aprender que planejamento, estratégia e ações precisam do aval do Senhor, poderá dizer que é um bom estrategista.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Givaldo Santana (IPC de Birigui – SP)