“Quando só você está certo, algo está errado”

“Recomeçar”
10 de junho de 2020
Amor Incondicional (Lucas 15.11-32)
12 de junho de 2020

“Quando só você está certo, algo está errado”

Certo dia conversando com um amigo muito querido ele disse a seguinte frase: “Quando só você está certo, algo está errado”. Essa frase me gerou um impacto e uma reflexão, porque é isso que o pecado do orgulho faz. Ele nos faz pensar e acreditar que somente nós estamos certos e que os demais que discordam de nós estão errados.

No Evangelho de Mateus 26.31-33 diz que quando Jesus estava próximo de ser traído por Judas, disse a Pedro: “Esta noite, todos vós vos escandalizareis comigo, porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho ficarão dispersas”. Ao ouvir essas palavras o afobado apóstolo Pedro respondeu: “Ainda que venhas a ser um tropeço para todos, nunca o serás para mim”. O coração arrogante de Pedro o fez cometer dois pecados.

Primeiro, o pensamento de que o Mestre estava equivocado na sua afirmação. Se Jesus estava afirmando que todos se escandalizariam com ele e se dispersariam naquela noite, Pedro deveria ficar vigilante e atento. Mas a sua arrogância o levou a duvidar da afirmação de Jesus. Em última análise Pedro achava que sabia mais que o próprio mestre. A arrogância não respeita autoridade de ninguém, nem do grande e poderoso Mestre. Talvez pior do que negar Jesus diante dos homens, foi duvidar da autoridade das suas palavras.
O segundo pecado que Pedro cometeu foi pensar que era melhor e mais preparado do que os demais discípulos. Pedro não titubeou em dizer que ainda que se todos abandonassem a Jesus, ele permaneceria firme até a morte. Há muitos cristãos que são como Pedro, sempre acreditando que são mais fortes e resistentes e que jamais cairão nos mesmos erros de seus irmãos. Tomemos cuidado com essa disposição do coração, pois é traiçoeira.

Diante disso, Jesus advertiu Pedro com as seguintes palavras: “Em verdade te digo, que nesta noite, antes que o galo cante, tu me negarás três vezes”. Mas o coração arrogante de Pedro era prepotente de mais para acatar com humildade as palavras de Jesus e no auge da sua arrogância Pedro afirmou: “Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei…”. Na sequência, Jesus foi preso e Pedro o negou três vezes antes do cantar do galo, como Jesus havia dito. Nesse momento, o orgulhoso Pedro caiu em si mesmo e chorou amargamente as lágrimas da humilhação. Seu ego foi reduzido a nada e sua arrogância foi exposta da maneira mais triste possível.

A história de Pedro é um lembrete de que devemos tomar cuidado com o sentimento do orgulho e arrogância, pois são perigosos e destrutivos.

Que o Senhor nos conceda a graça de humildemente vigiar e orar para não entrarmos em tentação, e caso isso aconteça, que choremos as lágrimas do verdadeiro arrependimento.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Ricardo S. Alves (IPC de Palmares Paulista – SP)