“Qual a importância da ortodoxia para a igreja?”

“Seja um bom estrategista”
30 de novembro de 2019
“Uma caminhada de fé”
3 de dezembro de 2019

“Qual a importância da ortodoxia para a igreja?”

Será que a ortodoxia é importante para a vida pessoal de quem teme a Deus? Sim! A compreensão correta daquilo que Deus requer é vital para o homem que deseja compreender a vontade divina para a sua vida. A compreensão se torna vital por causa do conceito de aliança que o Senhor estabeleceu, nela é exigido que aquele que professa fé no verdadeiro Deus saiba o que Ele quer.

As Escrituras no livro do Deuteronômio cap. 28.1-2, falando a respeito do conhecimento dos preceitos da aliança para se ter a benção, diz o seguinte: “Se atentamente ouvires a voz do SENHOR, teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que hoje te ordeno, o SENHOR, teu Deus, te exaltará sobre todas as nações da terra. 2 Se ouvires a voz do SENHOR, teu Deus, virão sobre ti e te alcançarão todas estas bênçãos:”.

Observe a condicionalidade das bênçãos da aliança. Precisamos viver de acordo com os pressupostos bíblicos e não com julgamos que sejam os melhores. Há muita gente que queria ter um deus à sua imagem e semelhança: hipócrita, mentiroso, espertinho, fraudulento, politicamente correto…

É por isso que elas não suportam o Deus que as Escrituras revelam, pois Ele não é: Hipócrita, mentiroso, espertinho, fraudulento e nem politicamente correto. Segue alguns exemplos, entre pessoas que não são tementes Deus e o que as Escrituras dizem, vejam as diferenças:

Há maridos que não estão nem ai com sua casa, não têm consideração por sua esposa, trata-a como se fosse um lixo. O que as Escrituras dizem sobre isto? Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações (1 Pedro 3.7).

Há mulheres que são verdadeiras Satãs, ou seja, são insubmissas, nada sóbrias. O que as Escrituras dizem sobre isto? As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor; porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo. Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido (Efésios 5. 22-24).

Há aqueles que são difamadores, nada amáveis. O que as Escrituras dizem sobre isto? Não difamem a ninguém; nem sejam altercadores, mas cordatos, dando provas de toda cortesia, para com todos os homens (Tito 3.2).

E quantos aos que gostam de ser pesados a seus irmãos e não gostam de trabalhar? O que as Escrituras dizem sobre isto? Nós vos ordenamos, irmãos, em nome do Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo irmão que ande desordenadamente e não segundo a tradição que de nós recebestes; pois vós mesmos estais cientes do modo por que vos convém imitar-nos, visto que nunca nos portamos desordenadamente entre vós, nem jamais comemos pão à custa de outrem; pelo contrário, em labor e fadiga, de noite e de dia, trabalhamos, a fim de não sermos pesados a nenhum de vós; não porque não tivéssemos esse direito, mas por termos em vista oferecer-vos exemplo em nós mesmos, para nos imitardes. Porque, quando ainda convosco, vos ordenamos isto: se alguém não quer trabalhar, também não coma (2 Tessalonicenses 3.6-10).

E quanto àqueles que querem se justifica falando que são fracos e não resistem ao pecado. O que as Escrituras dizem sobre isto? Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria; por estas coisas é que vem a ira de Deus [sobre os filhos da desobediência]. Ora, nessas mesmas coisas andastes vós também, noutro tempo, quando vivíeis nelas. Agora, porém, despojai-vos, igualmente, de tudo isto: ira, indignação, maldade, maledicência, linguagem obscena do vosso falar (Colossenses 3. 5-8).

Devemos então perguntar? Qual é a fonte da ética? A razão humana? Isto é fundamental respondermos, pois nossos atos devem ser legitimados por alguém para que possa ter validade. Qual é a fonte das leis? O homem?

Não, pois o homem é perverso e egoísta e outras coisas a mais. Logo toda ética que provenha da razão será perversa e egoísta.
Será o Estado? Não. Pois, quem faz o estado? Quem faz as Leis? Homens! Todavia, homens são maus e egoístas e por serem isto e outras coisas a mais se a fonte da ética fosse o estado e sendo ele formatado por homens teríamos o reflexo do mal nas leis.

Onde reside a fonte da Ética? A ética reside naquilo que o Senhor Deus estabeleceu e este estabelecimento de leis se dá via aliança. Nela a verdadeira ética produz condutas corretas que cumprem a missão de estabelecer o shalom em toda a criação.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Jaziel Cunha (Pastor da IPC no Grande Recife – PE)