“Como você está usando a sua vida?”
1 de abril de 2020
“Alegrai-vo sempre” (1 Ts. 5.16)
3 de abril de 2020

“Pratique o que é bom”

“Amado, não imites o que é mau, senão o que é bom. Aquele que pratica o bem procede de Deus; aquele que pratica o mal jamais viu a Deus.” (3ª João v. 11).

A terceira epístola escrita pelo apóstolo João fala sobre três homens que congregavam na mesma Igreja. Os nomes deles eram Gaio, Diótrefes e Demétrio. Acontecia o seguinte: Gaio era um homem bom e gostava de receber em sua casa todos os missionários ou outros cristãos que passavam pela sua cidade e pela igreja. Diótrefes, por sua vez, não recebia ninguém na sua casa e ainda recebia muito mal na igreja. Condenava quem da igreja fizesse igual a Gaio e como líder que era até expulsava da igreja quem contrariasse sua opinião e ordem. Já Demétrio no meio dessa situação embaraçosa optou por seguir o exemplo de Gaio e também receber os irmãos com carinho e alegria.

A terceira epístola de João fala sobre o privilégio que é poder praticar a hospitalidade e o perigo que é viver com arrogância.

Bem, penso que além do aspecto histórico, ou seja, do relato do que acontecia numa determinada igreja e dos exemplos de três de seus líderes, temos também um ensinamento bastante pertinente. Acontece que nós estamos sempre cercados de exemplos, ou bons ou ruins; ou louváveis ou desastrosos. Devemos seguir os bons exemplos, além de darmos um exemplo saudável e que também possa servir aos outros. E veja bem, temos o melhor exemplo de todos para seguir. Paulo falou assim aos efésios: “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados e andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave.” (Ef. 5:1-2). Que imitemos o exemplo do amor de Cristo. Digamos não à arrogância e sim, que sempre digamos sim às oportunidades de sermos úteis e bondosos para com as pessoas.

E que Deus nos ajude a praticarmos a hospitalidade, a generosidade e a fraternidade. Tenhamos nossos braços abertos, por termos nossos corações abertos, por obediência a Deus que nos manda que amemos de fato e de verdade e não só através de discursos bonitos.

E que nesse tempo difícil de tantos exemplos negativos e ruins sigamos firmemente olhando para nosso Senhor Jesus, nosso modelo e Mestre.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Heli Donizete (Pastor da IPC de Prata – MG)