“Quem é você?”
7 de agosto de 2020
“A verdadeira inteligência”
11 de agosto de 2020

“Oração”

“E, saindo, foi, como de costume, para o monte das Oliveiras; e os discípulos o acompanharam. Chegando ao lugar escolhido, Jesus lhes disse: Orai, para que não entreis em tentação. ” (Lucas 22: 39–40).

Todos nós cristãos sabemos da importância da oração para uma vida espiritual saudável. Sabemos também que a oração é uma atividade bastante simples de ser realizada. Mas, apesar de tudo isso, nós a ignoramos. Diferente de Jesus – o Filho de Deus.

Aquela noite jamais seria esquecida. Era uma quinta feira, Jesus desejava ansiosamente comer da páscoa com os seus doze discípulos, pois o dia do seu sofrimento se aproximava. Na mesma ocasião, a Ceia do Senhor também seria instituída em memória do seu sacrifício vicário.
Acabadas as celebrações, Jerusalém dormia tranquilamente enquanto Jesus e onze dos seus discípulos caminhavam para o monte das Oliveiras. Judas havia ido embora. E, naquele momento, ele estava perante o Sumo-sacerdote, preparando a traição do seu Mestre. Nessa direção, são dadas ordens e os guardas são reunidos. Pessoas influentes do Sinédrio e a Suprema Corte de Israel estavam sendo despertadas e reunidas. Antes de a noite terminar, todos estes grupos estariam juntos no mesmo propósito – tirar a vida de Jesus.
Como Deus-homem, Jesus sabia de tudo isso e então se retirara com os seus discípulos a fim de se fortalecerem através da oração. Ele não tinha dúvida de que nos momentos em que precisamos de força e proteção, Deus está pronto para nos ajudar.

A ordem foi clara: “Orai, para que não entreis em tentação”. No entanto, levantando-se da oração, foi ter com os discípulos, e os achou dormindo de tristeza, e disse-lhes: “Por que estais dormindo? Levantai-vos e orai, para que não entreis em tentação.”

Da mesma forma, como os discípulos (naquela situação), às vezes, a nossa oração parece superficial. Preferimos passar esse tempo verificando notícias políticas, e quando não, também fofocas; lendo as postagens do Facebook e/ou Instagram; nos preocupando com coisas banais. Reclamamos do governo, da saúde, dos líderes da igreja, dos irmãos, mas não vamos orar.

As palavras de Jesus aos onze ressoam aos nossos ouvidos neste dia, de forma exortativa e desafiadora: “Por que estais dormindo? Levantai-vos e orai, para que não entreis em tentação”. Acatemos a urgente exortação. Que nos desafiemos a passarmos o mesmo tempo que gastamos assistindo ou lendo notícias nas redes sociais com o Senhor em oração. Que diante de tudo o que temos acompanhado e vivido, que em meio às nossas muitas preocupações, nos prostremos aos pés do Senhor e clamemos por livramento nas tentações e por confiança na soberania de Deus.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Roney Pascoto (IPC de Limeira – SP)