“Descansando Seguro nos Braços de Deus”
19 de Maio de 2020
“Você é egoísta?”
22 de Maio de 2020

“Olhando na direção certa”

“Moisés, porém, respondeu ao povo: Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do SENHOR que, hoje, vos fará; porque os egípcios, que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver. 14 O SENHOR pelejará por vós, e vós vos calareis”. (Êxodo 14: 13-14).

Depois de aproximadamente 430 anos como escravo no Egito, e depois de ver os grandes feitos de Deus contra a nação e a casa de Faraó, o povo de Israel experimentou o livramento do Senhor, que o tirou de lá com mão forte e braço estendido. E tudo dentro dos propósitos de Deus, para que nada fugisse ao controle absoluto dos decretos soberanos do Senhor, o próprio Deus dissera a Moisés, que endureceria o coração de Faraó para que os perseguisse e assim aconteceu.

Os hebreus deixaram o Egito depois que Deus forçou o faraó a libertá-los. Mas agora, quando eles começaram sua jornada pelo deserto, os egípcios mudaram de idéia. Eles odiavam os hebreus e não queriam conceder-lhes liberdade da escravidão. Então, as pessoas enlouqueceram. Elas viram os egípcios chegando e se voltaram contra Moisés. E na hora do desespero, se esqueceram de todos os atos poderosos de Deus. O envio das dez pragas, a morte de todos os primogênitos do Egito. Se esqueceram da coluna de fogo que os aquecia durante a noite e da nuvem que os protegia do calor escaldante sol durante o dia. Então, começaram a reclamar de todas as coisas que eram bênçãos de Deus.

Será que isso não nos soa familiar?

Quão fácil é ver o lado negativo e o pânico na vida. Quão fácil é, nas horas de temor, medo e aflição nos esquecermos das lutas que o senhor já travou e venceu por nós. Na hora do aperto, muitas vezes nos esquecemos de quão bondosa tem sido a mão providente de Deus a favor das nossas vidas.

A Palavra de Deus está repleta de situações que deveriam nos motivar a confiarmos mais e mais no Senhor.

O segundo livro das Crônicas capítulo 32 e também os capítulos 36 e 37 de Isaías relatam o fato de quando Senaqueribe, rei da Assiria, numa tentativa de invadir a cidade do Senhor e assolar a vida do povo de Deus, envia mensageiros com palavras de afrontas e desdém, desafiando o rei Ezequias, perguntando a ele se por acaso, ele não sabia do seu poder de batalha e de decisão, testificado por todos os reinos pelos quais ele já havia passado e exterminados seus reis e deuses? Ele pergunta a Ezequias: “Que confiança é essa na qual te estribas? Qual é o Deus que poderá livrar-te das minhas mãos?

É verdade que Senaqueribe era poderoso e tinha um numeroso exercito. Ezequias sabia disso. E diante de tais afrontas, Ezequias não responde a Senaqueribe, mas ao invés de se desesperar ele leva o seu povo a olhar para o Senhor: “tende bom ânimo; não temais, nem vos espanteis, por causa do rei da Assíria, nem por causa de toda a multidão que está com ele, porque há um maior conosco do que com ele. Com ele está o braço de carne, mas conosco o Senhor nosso Deus, para nos ajudar, e para guerrear por nós'”. Então: “orou Ezequias ao Senhor, dizendo: Ó Senhor dos Exércitos, Deus de Israel, que habitas entre os querubins; tu mesmo, só tu és Deus de todos os reinos da terra; tu fizeste os céus e a terra. Inclina, ó Senhor, o teu ouvido, e ouve; abre, Senhor, os teus olhos, e vê; e ouve todas as palavras de Senaqueribe, as quais ele enviou para afrontar o Deus vivo. Verdade é, Senhor, que os reis da Assíria assolaram todas as nações e suas terras. E lançaram no fogo os seus deuses; porque deuses não eram, senão obra de mãos de homens, madeira e pedra; por isso os destruíram. Agora, pois, ó Senhor nosso Deus, livra-nos da sua mão; e assim saberão todos os reinos da terra, que só tu és o Senhor. Então o Senhor e Deus respondeu a Senaqueribe: A quem afrontaste e blasfemaste? E contra quem alçaste a voz, e ergueste os teus olhos ao alto? Contra o Santo de Israel. Porventura não ouviste que já há muito tempo eu fiz isto, e já desde os dias antigos o tinha formado? Agora porém o fiz vir, para que tu fosses o que destruísse as cidades fortificadas, e as reduzisse a montões de ruínas. Por isso os seus moradores, dispondo de pouca força, andaram atemorizados e envergonhados; tornaram-se como a erva do campo, e a relva verde, e o feno dos telhados, e o trigo queimado antes da seara. Porém eu conheço o teu assentar, e o teu sair, e o teu entrar, e o teu furor contra mim. Por causa do teu furor contra mim, e porque a tua arrogância subiu até aos meus ouvidos, portanto porei o meu anzol no teu nariz e o meu freio nos teus lábios, e te farei voltar pelo caminho por onde vieste. Porque eu ampararei esta cidade, para livrá-la, por amor de mim e por amor do meu servo Davi. Assim Senaqueribe, rei da Assíria, se retirou, e se foi, e voltou, e habitou em Nínive. E sucedeu que, estando ele prostrado na casa de Nisroque, seu deus, Adrameleque e Sarezer, seus filhos, o feriram à espada. No contexto dessa situação, aqui narrada, como expressão de sua gratidão a Deus, o salmo 46 é escrito, e nele o salmista diz: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem-presente na angústia…
É importante olharmos para o textos com estes e atentarmos com toda a firmeza do nosso ser.

Quando o povo estava aflito, Moisés respondeu nas palavras acima. “Não tema, fique firme, fique em silêncio! Espere e observe Deus trabalhar. Esse é um ótimo conselho. Pare de se preocupar e comece a esperar o que o Senhor fará. Pare de tentar lutar e vencer por suas próprias forças ou confiar em suas próprias energias.
Deus é fiel, mas você não verá essa fidelidade se estiver olhando para os problemas ao invés de olhar para o solucionador de problemas.

Se você não sabe o que fazer e em qual direção firmar o seu olhar nas horas das lutas e dos perigos, faça como Josafa que disse: “não sabemos o que faremos; porém os nossos olhos estão postos em ti. 2 Crônicas 20:12

Assista, espere, fique reverente, fique quieto e saiba que o seu Redentor vive e que Deus está no Trono!

Que o Senhor te fortaleça.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. José Serra (Pastor na 2 IPC de Goiânia – GO)