“O meu direito está perante o SENHOR”

“Separados do mal”
27 de julho de 2019
“Dos céus o Senhor envia o socorro”
29 de julho de 2019

“O meu direito está perante o SENHOR”

“Eu mesmo disse: debalde tenho trabalhado, inútil e vãmente gastei as minhas forças; todavia, o meu direito está perante o SENHOR, a minha recompensa, perante o meu Deus.” (Isaías 49.4)

Não é assim mesmo, como Isaías se sentiu e que nós nos sentimos às vezes?

Olhamos para o esforço que foi empregado e os resultados que ele produziu e sentimos como se não tivesse valido a pena. Esta é a situação descrita pelo texto de hoje.

No entanto, o texto diz que o autor primeiramente põe à prova seu trabalho diante do Senhor. A ideia é a de considerar o seu esforço à luz das Escrituras, uma vez que o juízo que realmente importa é o do Senhor. Parece que, ao final, ele conclui que tem a aprovação do Senhor, já que a segunda coisa que faz é reconhecer que receberá dEle a sua recompensa.

Aprendemos, então, neste texto que:

1. Os trabalhos mais fiéis e mais abnegados podem parecer mal sucedidos se o julgarmos pelo padrão que o mundo julga, ou seja, pelos resultados imediatos observáveis.

2. No entanto, embora no presente não tenha sucesso, o trabalho fiel acabará por fazer o bem e será abençoado. De alguma forma, e em algum período, todo esforço honesto pela causa de Deus será coroado com sucesso.

3. Aqueles que trabalham fielmente podem colocar sua causa diante de Deus com a certeza de que eles e seu trabalho serão aceitos pela mediação de Cristo.

Apliquemos a lei do Senhor em tudo o que fizermos, assim jamais nos sentirão frustrados.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Welerson Alves Duarte