“Você está seguro em Deus?”
16 de junho de 2020
O desafio de sermos fieis
18 de junho de 2020

“Nossos filhos querem atenção”

Quando era criança, me lembro que ficava fascinado, pra não dizer com inveja daquele vizinho que sempre tinha um brinquedo melhor e mais bonito. Sempre pensava no dia em que poderia ter aquele brinquedo e me divertir por horas. Com o passar dos anos, fiz a mesma decisão de muitas pessoas, que é de dar aos meus filhos aquilo que eu não tive. Assim muitos tem procurado fazer, dar aos filhos aquilo que não tiveram. Porém, algo me chama atenção nas crianças. Elas gostam de ganhar brinquedos, elas gostam de abrir os embrulhos, elas gostam do barulho do papel rasgando e da sensação de que dentro tem uma surpresa. Mas essa experiência é muito curta. Não importa se o presente é caro ou barato, o interesse pela coisa em si é passageiro. Por outro lado, nunca vi uma criança desperdiçar uma chance de brincar com os seus pais. Os pequeninos ficam fascinados ao ver seus pais adultos sentados com eles envolvidos em brincadeiras infantis. É sempre uma festa, uma grande alegria.

Tudo isso me faz chegar a seguinte conclusão: nossos filhos querem a nossa atenção. Eles até podem pensar na sua ingenuidade que gostam e querem brinquedos, mas nada é mais prazeroso para eles do que poder brincar de pega-pega, esconde-esconde, casinha, bonecas, massinhas e seja lá o que for, desde que seja com os seus pais.

Infelizmente muitos pais desperdiçam esse precioso tempo, e quando os pequeninos crescem, esses pais querem correr atrás do prejuízo fazendo por eles na juventude o que não fizeram na infância.

Pais, seus filhos querem a sua atenção, e é sábio da sua parte dedicar seu tempo e seus esforços nas ingênuas brincadeiras dos pequeninos.

E ai, já brincou com o seu filho hoje? Aproveite enquanto há tempo!!!

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Ricardo S. Alves (IPC de Palmares Paulista – SP)