“O exército do Senhor é mais forte”
17 de fevereiro de 2020
“Deus restringe o mal na terra”
19 de fevereiro de 2020

“Discípulo de Cristo (7)”

Viver como discípulo de Jesus significa viver em amor de uns para os outros. É um chamado para amar, mas um amor que tem como fonte e modelo o amor de Jesus pelos Seus discípulos. “Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros” (Jo 13.34).

Como Jesus amou os Seus discípulos? Ele os amou, de tal maneira, que deu a Sua própria vida para salvá-los e lhes dar a vida eterna. É um amor de plena e completa dedicação. É um amor sacrificial. É muito importante considerar que, para que um pecador se torne um discípulo Dele, Jesus morreu em seu lugar.

O amor que deve caracterizar os discípulos de Jesus tem como fonte o amor do Pai, do Filho e do Espírito Santo. É um amor que trabalha em benefício do pecador, um amor que se dá em prol de todo aquele que, arrependido dos seus pecados, de todo coração se volta para Deus. Deus amou e deu Seu único Filho, Jesus Cristo para morrer em lugar do pecador eleito. “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós, como não nos dará juntamente com ele, e de graça, todas as coisas”? (Rm 8.32)

Viver esse amor ao qual Jesus chamou os Seus discípulos a viver, além de tornar evidente que são pecadores remidos pelo sangue de Jesus, dá testemunho firme do amor e da graça de Deus ao mundo. “Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros” (Jo 13.35). Esse amor não é um fim em si mesmo, mas um meio para atingir o propósito de glorificar a Deus e proclamar a graça redentora a todos os pecadores.

Viver esse amor causa impacto no mundo: todos saberão que vocês são meus discípulos. Vivendo, autenticamente esse amor, os discípulos dão um verdadeiro testemunho do amor de Deus e são identificados com o próprio Jesus.

Viver esse amor somente é uma realidade para os verdadeiros discípulos de Jesus, pois vai muito além do amor apenas social, fazer o bem ao próximo apenas. Viver o amor para o qual todo discípulo de Cristo foi chamado, é vivê-lo, primeiramente, para a glória de Deus. “Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém” (Rm 11.36).

Se quisermos causar impacto positivo no mundo, primeiro é preciso tornar-se discípulo de Jesus, ou seja, passar pela experiência do verdadeiro arrependimento e, depois, amar uns aos outros, pois, é vivendo esse amor que todos saberão que somos discípulos de Jesus.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. José Paulo Brocco (Pastor na 1ª IPC de São Paulo)