“Digo-vos que depressa Deus lhes fará justiça” (Lucas 18.8)
2 de maio de 2020
“Acho que não vou fazer mais nada!”
5 de maio de 2020

“De quem é a Culpa”

“A estultícia do homem perverte o seu caminho, mas é contra o SENHOR que o seu coração se ira” (Provérbios 19.3)

“De quem é a culpa?” Esta é uma das primeiras perguntas que se faz quando as coisas não vão bem. Isto é uma tendência do nosso coração pecaminoso: buscar responsabilizar os outros por aquilo que acontece conosco.

É verdade que algumas vezes somos prejudicados por ações e palavras de outras pessoas, porém não é disso que o texto de hoje trata. Ele destaca o fato de que nossa loucura, falta de sabedoria e desobediência aos princípios que Deus estabeleceu em sua Palavra corrompem o nosso caminho, trazendo problemas. Quando os princípios estabelecidos por Deus em sua Palavra não são seguidos, é isto o que acontece.

Pais não seguem os princípios na educação dos filhos, cônjuges não seguem em seu relacionamento, profissionais em seu trabalho, etc. e, então, quando as coisas não caminham como o desejado, culpa-se outro alguém. Salomão nos diz no texto que, por fim, acaba-se responsabilizando Deus; Ele não foi fiel, não usou de misericórdia, tem prazer no sofrimento do homem, etc.

O homem, então, tem uma dificuldade muito grande de reconhecer suas responsabilidades, e essa dificuldade é tão grande que não se contenta em responsabilizar pessoas, chegando a responsabilizar até mesmo a Deus. Mas não se pode esquecer que somos os maiores responsáveis pelas coisas que acontecem na nossa vida!
Deus nos deu prescrições e nos ordenou que as cumpríssemos, porém, nossa rebeldia nos leva a agir de forma contrária ao que Deus estabeleceu. Diante disso, precisamos primeiro aprender a sermos obedientes, a buscarmos entender mais das coisas de Deus e a cumpri-las; em segundo lugar, precisamos aprender a assumir as responsabilidades das decisões que tomamos, das escolhas que fazemos, dos momentos em que deixamos de cumprir com a Palavra de Deus.

Quando as coisas não forem bem, e verificarmos que nossa rebeldia as tem provocado, reconheçamos nossas faltas diante de Deus e, arrependidos, supliquemos o Seu perdão.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Welerson Alves Duarte (Presidente Geral da IPCB e Pastor na IPC de São Bernardo do Campo – SP)