“De onde procede a misericórdia e quais são os seus benefícios?”

“Reação”
21 de janeiro de 2020
“Discípulo de Cristo (4)”
23 de janeiro de 2020

“De onde procede a misericórdia e quais são os seus benefícios?”

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação! 4É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus” (2 Coríntios 1. 3-4)

Será que as Escrituras trazem luz sobre a fonte da misericórdia e seus benefícios? Sim! As Escrituras nos dão a resposta de qual é a fonte da misericórdia e de seus benefícios. Quero considerar com os irmãos os seguintes tópicos:

1 – Divisão: A misericórdia procede de Deus (v. 3)
Analisando o verso percebemos as seguintes informações: As Escrituras exaltam a Deus por algo bem singular, Ele é o Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo e, por conseguinte Nosso Pai. Esta afirmação das Escrituras é importante. Não adiantaria Deus ser o que Ele é se Ele não nos fosse favorável. E esta singularidade se manifesta de forma amorosa em ser Ele o Pai de misericórdia e toda consolação

Entendendo os conceitos: Compaixão é o amor de Deus que busca, que se estende em direção a alguém e que transforma o pecador. Da sua compaixão flui o amor consolador de Deus. Pois Deus tem terno amor por aqueles que estão feridos e ele os consola em sua hora de necessidade. Deus de todo consolo. Isso significa que Deus está sempre pronto a consolar as pessoas que chamam por ele. Sejam quais forem as dificuldades, as tribulações, Deus prova estar perto de seus santos e ele os tranquiliza com seu apoio envolvente que a tudo abarca

2 – Divisão: O Senhor nos conforta na nossa tribulação (v. 4)
Analisando o verso percebemos as seguintes informações: A fonte do nosso consolo é o Senhor para toda a tribulação, por isto devemos exercer fé e compreender o agir de Deus, pois se não tivermos fé que Deus dirige todas as coisas, não será fácil descansarmos Nele.

Entendendo os conceitos: Seguir Jesus Cristo inevitavelmente traz sofrimento para a pessoa de uma ou outra forma. Quem está na caminhada cristã deve compreender que o fato de ela ser o que ela é irá trazer sofrimento em alguma área por Deus designada. Você terá que provar a sua fé e é nestes momentos que a compreensão que Deus é quem nos conforta faz toda a diferença

3 – Divisão: Devemos exercer misericórdia com quem precisa dela (v. 4)
Analisando o verso percebemos as seguintes informações: Devemos consolar quem estiver em qualquer angústia, quem experimentou consolo do Senhor tem condição de auxiliar quem precisa de consolo. A verdadeira consolação é aquela que fomos contemplados da parte de Deus e está consolação se dá no apoio licito e necessário para o irmão que está sendo atribulado

Entendendo os conceitos: Aprendamos irmãos que o Senhor permite a aflição na vida dos crentes, pois ela faz parte do projeto de Deus para salvar os pecadores. Paulo sabe que Deus não só o conforta e sustém em sua situação angustiante como também lhe dá tanto a capacidade e também a responsabilidade de consolar outros que sofrem aflições. Esse texto, então, fala da responsabilidade corporativa que temos em relação aos nossos irmãos.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Jaziel Cunha (Pastor na IPC da Grande Recife)