“Cristo, a nossa verdadeira esperança”

“Discernindo a essência de nossa caminhada”
20 de agosto de 2020
“Deus nos guarda!”
22 de agosto de 2020

“Cristo, a nossa verdadeira esperança”

“Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens.” (1ª Coríntios 15.19)

Só há um acontecimento em toda a história que poderia trazer um real sentimento de desespero ao coração dos filhos de Deus, se Cristo não tivesse ressuscitado. No capítulo 15, da primeira carta de Paulo aos coríntios, o apóstolo afirma que se Cristo não ressuscitou dentre os mortos, como afirmavam alguns naquela época, então vã seria a nossa fé.

De fato, se a ressurreição de Cristo não aconteceu, se a morte o venceu e se seu corpo permaneceu na sepultura, então não há mais nada em que possamos colocar a nossa esperança. Não há nada que poderá nos livrar da ira vindoura. Se assim fosse, a vida humana não teria propósito e tudo se resumiria a nada.

Mas graças a Deus, o Senhor Jesus ressuscitou dentro os mortos e derrotou todas as forças malignas que nos aprisionavam. A morte, o pecado e o diabo foram derrotados de uma única vez através da obra de Cristo que ressurgiu dentre os mortos no terceiro dia. O próprio apóstolo Paulo declarou que a sua conversão se deu por um encontro real com o Senhor Jesus, enquanto se aproximava de Damasco com a intenção de perseguir os cristãos.

Queridos irmãos, Cristo ressuscitou dentre os mortos, foi visto por mais de 500 pessoas, seu poder continua operando grandiosamente desde sempre, e por esse motivo, nossa esperança deve estar naquilo que É e naquilo que ele FEZ. Mas lembre-se, de que essa esperança não deve se restringir apenas nas coisas dessa vida. Cristo é para nós muito mais do que alguém que concede bênçãos materiais, circunstanciais e temporais. Nossa esperança em Cristo deve transcender essa exisstência. O apóstolo Paulo faz um alerta para aqueles que esperam em Jesus apenas nas questões terrenas. Ele diz no verso 19 “Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens”.

Que Deus abençoe você e sua família, e que nesses dias de tribulação e provação, você seja lembrado que a nossa esperança está no Cristo e na eternidade. Um dia estaremos para sempre com Ele e seremos como Ele é.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Ricardo S. Alves (IPC de Palmares Paulista – SP)