DEVOCIONAIS

11 de julho de 2020

“Quero falar sobre RECONHECER.”

Quem nunca olhou para o céu estrelado e tentou contar as estrelas? Uma das minhas lembranças de infância é de que ficava tentando contar as estrelas. Mas, nessa minha tentativa logo a minha visão embaralhava toda com aquela incrível luminosidade. Eu via umas estrelas quase microscópicas aos meus olhos e daí me confundia e me perdia na intenção de contá-las. Agora, depois de crescido, numa noite dessas, fiquei olhando para o céu e só contemplando a beleza da constelação sobre mim. Mas, dessa vez não tentei contar. Fiquei só admirando e pensando em como Deus é Poderoso. Fiquei pensando que Deus é quem sustenta absolutamente todo o universo. E por causa disso quero falar sobre RECONHECER. No Salmo 147:4 está escrito: “Conta o número das estrelas, chamando-as todas pelo seu nome.” O autor desse salmo ficou maravilhado com o poder de Deus. Talvez ele tenha tentando contar as estrelas e […]
10 de julho de 2020

“No mundo das fakes (1)”

As fakes não são novidades. Deus disse ao homem, quando ele estava no Jardim do Éden: “E o Senhor Deus ordenou ao homem: Coma livremente de qualquer árvore do jardim, mas não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, certamente você morrerá” (Gn 2.16-17). A ordem de Deus foi clara e firme. A desobediência custaria a morte, não apenas física, mas também espiritual, que é a quebra da comunhão com Deus; e, por outro lado, a obediência resultaria em manter a comunhão com Deus e desfrutar das bênçãos que Deus havia prometido. A serpente induziu o homem e a mulher a desobedecer a Deus. Ela, primeiramente, lançou a dúvida: “Foi isto mesmo que Deus disse: Não comam de nenhum fruto das árvores do jardim”? (Gn 3.1). Depois, a serpente contradiz totalmente a Deus, dizendo: “Certamente não morrerão”! (Gn 3.4). E, […]
9 de julho de 2020

“A ausência da hombridade evidencia uma sociedade em crise”

“Eu vou pelo caminho de todos os mortais. Esforça-te, pois, e sê homem!” (1 Rs. 2.2) Alguns dados nos trazem números alarmantes sobre a figura masculina: mais de 90% dos crimes são cometidos por pessoas do sexo masculino. Mais de 90% do abandono escolar acontece entre eles e mais de 90% da violência doméstica é cometida também pelos homens. Se não bastassem todos estes indicadores alarmantes, existe um trabalho sistêmico, desenvolvido por uma minoria, no propósito de efeminar os meninos da nossa sociedade. É por estes e outros fatores que a masculinidade em nossos dias está sob ameaça e vive uma crise. De acordo com a passagem acima, o grande e respeitado Davi, vive agora os seus últimos instantes de vida, e por esta razão, passa a orientar o seu filho, Salomão, sobre como deveria proceder para obter o respeito da sociedade, visando a continuidade do reinado. O sucessor do […]
8 de julho de 2020

“As portas do inferno não prevalecerão contra a igreja”

É interessante notar como a igreja em todas as épocas sempre enfrentou oposição. Quando Deus chamou Israel e o vocacionou para ser luz entre as nações, percebe-se claramente que foi alvo da ira de muitos outros povos. O Egito, a Babilônia, a Assíria e muitos outros povos desejaram destruir a pequena nação escolhida por Deus. Mas não puderam, pelo menos totalmente. Na época da igreja primitiva não foi diferente. A medida que a igreja avançava e o evangelho ia sendo pregado, é registrado que a igreja sofreu uma intensa e terrível perseguição que fez com que muitos cristãos morressem, outros fossem presos e alguns saíssem refugiados pelo mundo. A maioria dos apóstolos morreu em grande intenso sofrimento. Mas nem isso deteve a igreja do Senhor. Nos últimos tempos a igreja continua enfrentando oposição. A diferença é que acontece de maneira mais sutil. Ao invés de tentar destruir a igreja, satanás […]
7 de julho de 2020

“Somente em Deus?”

“Somente em Deus, ó minha alma, espera silenciosa; dele vem a minha salvação” (Salmo 62.1) Em um mundo com tantos perigos, deve ser natural considerar onde, como ou em quem podemos encontrar segurança. Nossa tradução não mostra, mas o texto de hoje começa, no original, com a expressão “verdadeiramente”. O estado de espírito indicado por essa expressão é o de alguém que estava pensando seriamente a respeito de algum assunto, que examinou sua própria condição, viu todos os seus recursos e concluiu que só poderia colocar sua confiança em Deus. O salmista declara que espera em Deus de forma silenciosa, ou seja, em descanso. A ideia é a de esperar em Deus sem medo do que possa acontecer. Ele está convicto de que a salvação vem somente de Deus. Será que esta convicção também está presente em você? Onde você tem posto sua confiança? Não a coloque na sua força, […]
4 de julho de 2020

“Ele é Inigualável” (Marcos 4.41)

“Quem é este que até o vento e o mar lhe obedece”? Quem é Jesus? A noção popular é que ele é um profeta, um enviado de Deus, o mestre inigualável, um iluminado e um grande exemplo. Todas essas respostas estão certas e erradas ao mesmo tempo. Como assim? Jesus Cristo é tudo isso, mas muito mais do que isso. É verdade que ele é profeta, mas muito mais do que profeta, ele é O profeta por excelência. Todos os profetas profetizaram por meio dele e apontaram para ele como a voz de Deus. Tudo que ele ouviu perfeitamente do Pai, perfeitamente transmitiu aos seus santos profetas e apóstolos. Ele é um enviado de Deus, mas também é O enviado de Deus. Todos os homens enviados por Deus não passam de sombras ou figuras que representam a realidade a qual acha sua completa revelação em Jesus Cristo. Ele é um […]
3 de julho de 2020

“Os Perigos do Orgulho” (Lucas 18.9-14)

“Porque todo aquele que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado.” (v. 14) As plumas do pavão são simplesmente maravilhosas, uma combinação de cores vivas que saltam aos nossos olhos. Já as suas canelas são cinzentas e destoam da descrição anterior. A cultura popular diz que a referida ave que exibe com exuberância as suas plumagens, nem mesmo olha para as suas canelas por serem feias. De acordo com a descrição de Lucas, o Senhor Jesus se propõe a combater a postura de indivíduos orgulhosos: “alguns que confiavam em si mesmos” (v. 9) – vale a pena lembrar que o orgulho levou o “anjo de luz” e uma parte dos anjos à queda. Uma postura orgulhosa, portanto, sempre trará prejuízos para a criação perante o seu Criador. Na descrição feita por Lucas, Cristo visava exortar alguns indivíduos: “Por se considerarem justos e, desprezavam os outros.” (v. […]
2 de julho de 2020

“A Palavra de Deus requer discernimento para ser lida”

Ler a Palavra de Deus é uma disciplina espiritual que requer sabedoria, discernimento e iluminação do Espírito Santo. Há muitas pessoas que leem a Palavra de Deus cometendo diversos erros, como por exemplo, interpretar versículos isolados não considerando o seu contexto, pensar que cada passagem da Bíblia significa uma coisa diferente para cada pessoa e até mesmo há aqueles que deixam suas Bíblias abertas pensando que assim ela espantará a presença das forças do mal. A Palavra de Deus requer sabedoria para ser lida, porque somente assim o leitor será capaz de compreender que cada história nada mais é do que uma pequena peça de um grande quebra cabeça que quando totalmente montado aponta para a história da obra redentora de Cristo. No livro de Gênesis 3.15 temos o registro do primeiro Evangelho. Logo depois que Adão e Eva pecaram, Deus imediatamente anunciou a vinda daquele que esmagaria a cabeça […]
1 de julho de 2020

“Que seja instrumento para o bem”

“… os quais afiam a língua como espada e apontam, quais flechas, palavras amargas” (Sl. 64.3) O ser humano geralmente se acha forte e poderoso, embora, na verdade, seja realmente muito fraco; para ser derrubado, por vezes, nem precisa de uma agressão física, bastam palavras. No Salmo 64 o autor roga a Deus que o livre dos inimigos e, no versículo 3, identifica uma das armas deste inimigo: a língua. Em “Cimbelino”, Shakespeare diz que “a calúnia é afiada como a espada”, tal como é a língua do caluniador. Esta língua é como flecha armada, pronta para ferir com palavras amargas, ou seja, palavras de maldade. Creio que, ao ler o Salmo, seremos rápidos em nos identificarmos com o salmista, ofendidos e caluniados por inimigos. Contudo, será que não há momentos em que somos, na verdade, aqueles que têm a língua afiada e desferem palavras amargas contra alguém? Se você […]
30 de junho de 2020

“Levar a Palavra eterna que Deus fala hoje!”

Em Hebreus 3:7-8 está escrito: “Assim, pois, como diz o Espírito Santo: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração como foi na provocação, no dia da tentação no deserto,” Nesse momento, pensemos sobre nossa grande responsabilidade: “Levar a Palavra eterna que Deus fala hoje!” O autor da carta aos cristãos hebreus do primeiro século da era cristã, fez uma citação do texto do Salmo 95:7-9. Nesse texto está escrito assim: “Ele é o nosso Deus, e nós, povo do seu pasto e ovelhas de sua mão. Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o coração, como em Meribá, como no dia de Massá, no deserto, quando vossos pais me tentaram, pondo-me à prova, não obstante terem visto as minhas obras.” É interessante reparar que no texto de Hebreus 3:7, o autor afirmou que essas palavras que ele usou tirando do texto do Salmo 95, foram […]
29 de junho de 2020

“A Escola Divina” (Mateus 11.28-30)

De todas as ofertas de Cristo nenhuma é mais doce e amada do que a que se encontra aqui. O que esse texto nos revela a respeito do convite e daquele que convida? Aquele que faz o convite é ninguém menos do que o Filho de Deus. As pessoas que creem em Jesus são adotadas na família divina. No entanto, só Jesus é o Filho de Deus como ninguém mais é. Jesus é o único Filho natural de Deus. Jesus não foi um homem que evoluiu e se tornou Deus. O ensinamento de que um homem pode tornar-se Deus é uma ideia pagã e antibíblica. O ensinamento das Escrituras é que Deus deixou a glória e se tornou homem para libertar o seu povo dos pecados deles. E Deus fez isso na pessoa do Seu Filho, Jesus Cristo, aquele que é a exata expressão do Pai. Então aquele que faz […]
27 de junho de 2020

“No mundo, mas . . .”

Está certo! O mundo, depois da entrada do pecado nunca mais foi um lugar maravilhoso para viver. É uma sociedade caracterizada pela vida em desobediência intencional e proposital a Deus, aos Seus mandamentos. O mundo procura viver como se Deus não existisse. ”Em sua presunção o ímpio não o busca; não há lugar para Deus em nenhum de seus planos” (Sl 10.4). E toda a sociedade está comprometida com o pecado. “Diz o tolo em seu coração: Deus não existe. Corromperam-se e cometeram atos detestáveis; não há ninguém que faça o bem” (Sl. 14.1). Todavia, apesar do mundo não amar a Deus, Ele foi misericordioso e, graciosamente, desde toda eternidade, escolheu aqueles que seriam Seus filhos mediante a morte de Cristo em lugar desses pecadores. “Porque Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença” (Ef 1.4), “Nele temos a redenção por […]
26 de junho de 2020

“O valor da persistência”

“… Contudo, quando vier o filho do Homem, achará fé na terra?”(Lc 18.8b) A obra Revolução dos Bichos apresenta uma série de reflexões, porém neste particular quero destacar apenas a figura de um personagem por nome Sansão, trata-se de um cavalo persistente, cujo lema era: “Trabalharei mais ainda”, ele não se deixava paralisar pelas dificuldades impostas, mas estava sempre disposto a superar os obstáculos e seguir adiante. Nessa parábola de Lucas 18, o Senhor Jesus ensina sobre a oração persistente, aliás, você lembra quais foram os pedidos que apresentou a Deus no mês passado? Pode afirmar se houve resposta de Deus com um sim ou um não? Por vezes a falta de persistência nos impede de fazermos essas avaliações e desistimos muito facilmente dos nossos propósitos por falta de foco. Nessa parábola o Senhor Jesus, utiliza-se de três personagens a saber: a viúva, um adversário e o juiz iníquo. O […]
25 de junho de 2020

“Cada um tem a sua verdade?”

Na visão do mundo atual cada pessoa tem a sua verdade, a sua forma de ver e interpretar os fatos e a realidade que o cerca. É comum ouvir as pessoas dizendo que todas as religiões são boas, desde que falem de Deus. Mas será que é assim mesmo? Será que cada um pode ter a sua versão do que é verdadeiro? Será que não existe uma verdade que seja absoluta para todos? O fato das pessoas acreditarem que cada um tem a sua verdade e que todas as expressões religiosas são boas, não anula o fato de que existe uma verdade absoluta revelada por Deus tanto nas escrituras sagradas. No livro de João 14.6 Jesus afirma: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.”. Nesse pequeno texto Jesus declara quatro ensinos importantíssimos sobre si mesmo: 1º Eu sou o caminho. […]
24 de junho de 2020

“Você é abençoado?”

“Este obterá do SENHOR a bênção e a justiça do Deus da sua salvação” (Salmo 24.5) O que é ser abençoado? Para muitos, é ter saúde, bens, paz para si e para os seus. Não restam dúvidas de que estas coisas podem ser bênção mas, e quem não tem coisas deste tipo, é amaldiçoado? Creio que não. A benção aqui referida é claramente o favor de Deus e Sua comunhão. Em outras palavras, é ser reconhecido como pertencente a Deus. Quando o texto diz que, além da bênção, este obterá a justiça de Deus, isto quer dizer que ele será considerado e tratado como se justo fosse. Ele virá até Deus, e será recebido como filho, por causa da obra Cristo. O perverso e impuro não pode contar com isso, pois suas ações demonstram falta de fé é amor por Deus. O crente em Cristo luta por ter mãos limpas […]
23 de junho de 2020

“No que se baseia a salvação dos eleitos por Deus?

“Ele entrou de uma vez por todas nos lugares santos, não por meio do sangue de cabras e bezerros, mas por meio do seu próprio sangue, garantindo assim uma redenção eterna”. (Hebreus 9:12). Havia três importantes ofícios no Israel antigo e são eles: Profeta, Sacerdote e Rei. Os Reis eram aquele que governavam a nação. Num sistema monárquico, quando um rei morria, o filho mais velho assumia o reinado em seu lugar. Houve reis bons e reis maus na história de Israel. Alguns andaram com Deus, mas a grande maioria fez o que era mau aos olhos do Senhor. Havia os profetas que eram aqueles homens chamados por Deus para entregar mensagens que Deus lhes entregava por meio de sonhos e visões do que poderia ou haveria de acontecer num futuro próximo ou distante, a fim de que o povo pudesse endireitar os seus caminhos e ter as bênçãos confirmadas, […]
22 de junho de 2020

Que Deus nos ajude para que cuidemos bem do nosso coração!

Em Provérbios 14:10 está escrito: “O coração conhece a sua própria amargura, e da sua alegria não participará o estranho.” Nesse momento, pensemos sobre nossa grande necessidade: QUE DEUS NOS AJUDE PARA QUE CUIDEMOS BEM DO NOSSO CORAÇÃO! É muito bom investir tempo para ler as passagens bíblicas que falam sobre o coração do homem e das suas complicações. Mas é importante lê-las e meditar. Segundo a revelação das Escrituras, o coração do homem é corrupto, é mau, e difícil de entender e de controlar. Salomão escreveu em Provérbios 14:10 que o coração sente tanto amargura quanto alegria. Com todo coração acontece assim. Num momento ele está triste, mas noutro está em festa. Num momento está alegre, mas bem rápido sente tristeza. É instável. É inconstante. E segundo o que está em Romanos 2:5, o coração do homem é impenitente, ou seja, é teimoso, é duro, não se arrepende facilmente. […]
20 de junho de 2020

“Respondendo ao Convite” (Mateus 11.28-30)

“Vinde a mim… e achareis descanso para as vossas almas”. Nesse mundo de violência e corrupção, de mentiras e superficialidades, é preciso parar e pensar. É preciso fechar um pouco os olhos físicos para vermos com os olhos da alma. É preciso ouvir alguém além de nós mesmos. É preciso ouvir outra voz além da voz da sociedade que nos cerca. Uma voz que fale a verdade e nos coloque diante dos fatos como eles realmente são. Será que toda essa tecnologia e desenvolvimento científico tem dado o que o homem procura por tanto tempo? Será que a comodidade é o que a alma humana tem ansiado durante séculos? Ou será que a comodidade é apenas uma mentira que puseram diante de nós para nos desviar da nossa real necessidade? Esse texto, que abre nossa meditação, é pequeno, mas profundo. Ele é um convite endereçado a todos os que estão […]
19 de junho de 2020

“Lâmpada e luz”

O salmista, expressando-se sobre a excelência da Palavra de Deus, diz: “A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho” (Sl. 119.105). O homem feliz é aquele que tem todo o seu prazer na Palavra de Deus. “Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite” (Sl 1.3). Josué, quando assumiu a liderança sobre o povo de Israel e com a responsabilidade de introduzi-lo na terra prometida, foi exortado sobre a lei do Senhor: “Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas dia e noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito” (Js 1.9). A Bíblia é a Palavra de Deus, por isso o cristão deve ele ter nela todo o seu prazer e meditar nela continuamente. Ela orienta, admoesta, ensina. Ela deve ser praticada […]
18 de junho de 2020

O desafio de sermos fieis

“Não podeis servir a Deus e às riquezas”. (Lucas 16:13) De acordo com a cultura popular, a lei de Gérson consiste no péssimo hábito de tirar vantagens sobre o outro, sem levar em consideração aspectos éticos ou morais. A relação de confiança não se dá da noite para o dia, mas é um processo construído de degrau em degrau. Você se lembra da história de José? Foi só após ele provar que realmente era de confiança que recebeu o título de segundo homem do Egito. No texto em questão o Senhor Jesus nos traz um episódio até certo ponto comum, digo isto porque você já deve ter ouvido pelo menos uma vez sobre uma história em que alguém que gozando de elevado prestígio, em algum momento, foi pego traindo a confiança depositada nele. Acontece que não existe crime perfeito. Quando o administrador infiel menos esperava o patrão tomou conhecimento das […]
17 de junho de 2020

“Nossos filhos querem atenção”

Quando era criança, me lembro que ficava fascinado, pra não dizer com inveja daquele vizinho que sempre tinha um brinquedo melhor e mais bonito. Sempre pensava no dia em que poderia ter aquele brinquedo e me divertir por horas. Com o passar dos anos, fiz a mesma decisão de muitas pessoas, que é de dar aos meus filhos aquilo que eu não tive. Assim muitos tem procurado fazer, dar aos filhos aquilo que não tiveram. Porém, algo me chama atenção nas crianças. Elas gostam de ganhar brinquedos, elas gostam de abrir os embrulhos, elas gostam do barulho do papel rasgando e da sensação de que dentro tem uma surpresa. Mas essa experiência é muito curta. Não importa se o presente é caro ou barato, o interesse pela coisa em si é passageiro. Por outro lado, nunca vi uma criança desperdiçar uma chance de brincar com os seus pais. Os pequeninos […]
16 de junho de 2020

“Você está seguro em Deus?”

“O SENHOR guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre”. (Salmo 121.8) Vivemos em uma sociedade violenta. Todos os dias, recebemos notícias que mostram quantos são os perigos aos quais as pessoas estão expostas. O texto de hoje nos fala da segurança que podemos ter em Deus. O salmista diz que Deus guarda, ou seja, cuida, protege e ampara, tanto na saída quanto na entrada. Isto quer dizer que, em todos os lugares e em todos os momentos, temos o cuidado de Deus. Esta é a graciosa garantia que é feita a todos os que depositam sua confiança nEle. Em casa ou fora dela, em seu país ou fora dele, nesta vida e após ela, os que confiam no Senhor estão sempre seguros. Nenhum mal põe em perigo a sua salvação; nada pode acontecer que os separe do amor de Deus (Romanos 8.35-39). Aqui está […]
15 de junho de 2020

“Um Conosco” (Mateus 1.21)

O que significa a palavra “Emanuel”? É o próprio Mateus quem explica: “ele será chamado Emanuel, que quer dizer: Deus conosco”. De forma clara, sucinta e direta o Espírito Santo declara para o povo de Deus que, Jesus é ninguém menos do que o próprio Deus encarnado. Jesus não somente é o descendente de Abraão por meio de quem todas as famílias da terra serão abençoadas. Jesus não é somente o descendente de Davi o qual reinará eternamente sobre seu trono e estabelecerá o Reino de Deus, mas ele é alguém maior e mais exaltado. Ele é o próprio Deus vestido de pele humana que veio habitar no meio do Seu povo. A “shekinah”, a presença reveladora de Deus foi manifestada no meio do seu povo e continuaria mesmo após o término da vida terrena de Jesus (Mateus 28.20). Esse é um mistério insondável o qual deve ser aceito pela […]
13 de junho de 2020

“Semente em boa terra”

“Outra ainda caiu em boa terra. Cresceu e deu boa colheita, e cem por um” (Lc. 8.8). Jesus interpretou esse tipo de solo, dizendo: “Mas as que caíram em boa terra são os que, com coração bom e generoso, ouvem a palavra, a retêm e dão fruto, com perseverança” (Lc 8.15). Teria a semente que caiu nesse coração ter feito uma mudança por que o era um coração “bom e generoso”? E, por isso, teria retido a Palavra de Deus? O coração pode até ser bom e generoso, mas, certamente não foi por isso que ouviu e creu na mensagem das boas novas do evangelho. As Escrituras Sagradas afirmam que todos somos pecadores (Rm 3.23). O Senhor Deus faz uma declaração a respeito da natureza pecaminosa do homem. “O Senhor olha dos céus para os filhos dos homens, para ver se há alguém tenha entendimento, alguém que busque a Deus. […]
12 de junho de 2020

Amor Incondicional (Lucas 15.11-32)

“Porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado…”Verso 24. Certa vez, ouvi um pai exclamando: Não existe ex-pai, assim como não existe ex-filho! A parábola em questão nos apresenta três personagens, onde cada um assume um papel distinto, conforme observaremos. Esta parábola compõe uma sequência onde Cristo se propõe a defender o amor de Deus pelo perdido. Neste particular, o cenário é uma propriedade rural, e ao que tudo indica, esta pertencia a uma família próspera. A ilustração afirma que eram dois irmãos, sendo que o mais novo não tinha muito “a cabeça no lugar”, a ponto de romper com a sua família, quando resolve pedir o adiantamento da partilha dos bens, para viver “sua própria vida”. Que vida?! O fato é que o texto não apresenta qualquer tentativa por parte do pai no sentido de dissuadir o rapaz daquela ideia, o que indica uma […]
11 de junho de 2020

“Quando só você está certo, algo está errado”

Certo dia conversando com um amigo muito querido ele disse a seguinte frase: “Quando só você está certo, algo está errado”. Essa frase me gerou um impacto e uma reflexão, porque é isso que o pecado do orgulho faz. Ele nos faz pensar e acreditar que somente nós estamos certos e que os demais que discordam de nós estão errados. No Evangelho de Mateus 26.31-33 diz que quando Jesus estava próximo de ser traído por Judas, disse a Pedro: “Esta noite, todos vós vos escandalizareis comigo, porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho ficarão dispersas”. Ao ouvir essas palavras o afobado apóstolo Pedro respondeu: “Ainda que venhas a ser um tropeço para todos, nunca o serás para mim”. O coração arrogante de Pedro o fez cometer dois pecados. Primeiro, o pensamento de que o Mestre estava equivocado na sua afirmação. Se Jesus estava afirmando que todos […]
10 de junho de 2020

“Recomeçar”

“Então, disse Deus a Noé: Sai da arca, e, contigo, tua mulher, e teus filhos, e as mulheres de teus filhos”. (Gênesis 8.15-16) Depois de permanecer na arca por um ano e dezessete dias, Noé e sua família recebem a ordem de sair dela. Não deve ter sido um ano fácil, confinado na arca com tantos animais. Na verdade, os anos anteriores também foram muito difíceis: Viver em uma sociedade dominada pelo pecado e, ao longo de cerca de 100 anos, sofrer todo tipo de escárnio por anunciar o juízo de Deus enquanto construía a arca, não deve ter sido nada fácil. Mas agora estava aberta diante dele a oportunidade de um novo começo; a construção de um mundo melhor. Hoje nos encontramos, de certa forma fechados em virtude da pandemia que assola todo o Mundo. Porém, na graça de Deus, logo também teremos aberta diante de nós a oportunidade […]
9 de junho de 2020

“Imago Dei”

O termo “Imago Dei” vêm do latim e significa “Imagem de Deus”. Significa que o ser humano diferente de todos os outros seres criados, possui a imagem de Deus. Toda a criação expressa a beleza, a criatividade, a harmonia e a sabedoria de Deus, mas somente o ser humano foi criado a sua imagem e semelhança. Entre outras coisas, isso significa que somente o ser humano possui algumas características do próprio Deus. Os teólogos chamam isso de os atributos comunicáveis de Deus. Ou seja, Deus comunicou aos seres humanos alguns de seus atributos. É importante esclarecer que isso não faz da humanidade pequenos deuses, e também não significa que esses atributos são dados ao homem na mesma proporção que Deus os têm. O ser humano, antes da queda, possuía o verdadeiro conhecimento, a retidão e a santidade perfeita. Além disso, o ser humano, assim como Deus, é um ser espiritual, […]
8 de junho de 2020

“Sempre é tempo de recomeçar”

“Houve tarde e manhã, o quarto dia”. (Gênesis 1:19) Recebemos a cada a oportunidade de refletirmos sobre o tempo que passou, aprender com os erros e com os acertos, buscando um novo período com mais acertos e menos erros. Assim, temos a oportunidade de um novo recomeço. Deus sabia que sua criação precisava de novos recomeços, do contrário ele nos teria dado a vida em uma única tacada, porém não foi assim que ele o fez. O texto de hoje nos traz uma expressão que se repete por seis vezes no capítulo 1 de Gênesis, que mostra como Deus criou os períodos. A do texto que separamos particularmente relata a criação dos luzeiros, para marcar o dia e a noite, as estações e os anos (Gênesis 1.14). Conhecendo nossas necessidades, Deus dividiu nossa vida em pedaços pequenos que chamamos de anos, nos quais, a cada 365 dias, tudo começa de […]
4 de junho de 2020

“O Nome sobre todos os nomes” (Mateus 1.21-23)

É sabido que no Antigo Oriente Próximo os nomes das pessoas diziam muito a respeito de sua identidade e caráter. Percebemos isso em vários textos bíblicos, como por exemplo no caso de Abrão que significa: “pai exaltado ou grande pai”, e depois teve o nome trocado por Deus para Abraão que significa: “pai de uma multidão” (Gn. 17.5). Ou no caso de “Jacó” que significa: “usurpador ou enganador” e teve seu nome mudado para Israel que significa: “aquele que luta com Deus” (Gn.32.28). Então, examinemos os nomes dados a Cristo para entendermos melhor sua natureza e ministério. Esse exame nos possibilitar melhor à contemplação de sua glória e majestade. Dois nomes são conferidos ao nosso Senhor. Um deles é Jesus e descreve seu ofício; o outro é Emanuel, o qual descreve sua natureza. Por enquanto falaremos só sobre o nome “Jesus”. Observe que o Anjo indica o nome e juntamente […]
3 de junho de 2020

“Tempo de buscar ao SENHOR!”

Em Oseias 10:12 está escrito: “Então, eu disse: semeai para vós outros em justiça, ceifai segundo a misericórdia; arai o campo de pousio; porque é tempo de buscar ao SENHOR, até que ele venha, e chova a justiça sobre vós.” Nesse momento, pensemos sobre a seguinte declaração: É TEMPO DE BUSCAR AO SENHOR! Através da leitura e estudo do livro de Oseias entendemos que o maior problema de Israel era o seu coração. No cap. 7:14 vemos que Israel não clamava a Deus de coração; no cap. 10:2 vemos que o seu coração era falso e no cap. 13:6 vemos que seu coração era cheio de orgulho de si mesmo. Logo, entendemos que esse livro mostra o profeta chamando o povo ao arrependimento. Todos nós temos de nos arrepender dos nossos pecados e buscar a Deus de todo o coração, pois é tempo de buscar ao Senhor. Os três imperativos […]
2 de junho de 2020

“Semente entre espinhos”

“Outra parte caiu entre espinhos, que cresceram com ela e sufocaram as plantas” (Lc 8.7). Jesus deu a seguinte interpretação para este tipo de solo: “As que caíram entre espinhos são os que ouvem, mas, ao seguirem seu caminho, são sufocados pelas preocupações e pelos prazeres desta vida, e não amadurecem” (Lc 8.14). Este solo, de um modo bem interessante, revela a natureza do coração do ser humano. Em seu estado natural, morto em seus pecados, o homem sempre segue o seu próprio caminho. Ouve a Palavra de Deus, mas está tão envolvida consigo mesma que apenas ouve, mas não presta atenção ao que ouve a respeito das boas novas do evangelho de Jesus Cristo. Viver a sua vida é o que há de mais importante e significativo. Este tipo de solo reflete bem o egoísmo do homem. As suas muitas preocupações desta vida, o engano da riqueza, o anseio […]
1 de junho de 2020

“Amor para com os perdidos” (Lucas 15.8-10)

“Eu vos afirmo que, de igual modo, há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende”. (Lc.15.10) É impressionante como sempre encontraremos indivíduos que demarcam território e procuram estabelecer quem deve estar ali ou não. É um tipo de ostracismo! Na medida em que alguém faz isso, naturalmente coloca-se em posição superior aos demais. A presente parábola e a anterior foram contadas por Cristo justamente para combater uma postura seletiva dos religiosos que estavam diante dele: “E murmuravam os fariseus e os escribas, dizendo: Este recebe pecadores e come com eles”. (Lucas 15.2). A presente parábola nos traz uma informação no mínimo inusitada; uma mulher chama os vizinhos e solta fogos por ter reencontrado uma moeda, que em tese tem tão pouco valor. Pois bem, a presente ilustração nos diz que aconteceu justamente isto, mas claro, antes do achado foi necessária laboriosa e meticulosa procura. Talvez […]
30 de maio de 2020

“As características de um coração regenerado”

“Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desviava do mal.” (Jó 1.1) A palavra “regenerado” significa “Dar nova vida”, “Revivificar”, “Gerar ou produzir novamente”. É precisamente isso que Deus faz com o coração daqueles que se rendem aos pés do Senhor Jesus. Nada é mais urgente para o pecador do que ter o seu coração regenerado por Deus. Nessa meditação gostaríamos de apresentar algumas das características do coração regenerado apresentadas no livro de Jó 1.1. que diz: “Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desviava do mal.” Não sabemos em que período da história Jó viveu, mas sabemos com certeza que ele é um exemplo de um homem cujo coração foi regenerado por Deus. No verso lido encontramos algumas das características de […]
29 de maio de 2020

“Comunhão”

“o que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho, Jesus Cristo”.(1ª João 1.3) Muito se fala sobre amor, paz e comunhão. No entanto, será que sabemos do que estamos falando? O que é amor? É gostar de quem gosta de mim ou que me faz sentir bem? E o que é paz? É não ter as pessoas que não gosto por perto? O que é comunhão? É simplesmente estar junto ou próximo de alguém? O texto de hoje nos fala sobre comunhão. João diz que sua pregação, ou seja, o evangelho, tinha como objetivo a comunhão. João queria ter comunhão com as pessoas, mas uma que fosse verdadeira e não apenas uma simples associação, pois essa até criminosos tem. A comunhão verdadeira vai além, pois tem um vínculo eterno. […]
28 de maio de 2020

“Todas as Promessas têm Nele o Amém” (Mateus 1.21)

Meditemos nesse versículo 21 do primeiro capítulo de Mateus. O que ele nos informa? Que Jesus é filho legítimo de Maria, mas adotivo de José. Então Jesus, é o descendente da mulher por meio de quem Deus traz libertação e redenção ao seu povo. Perceba as imagens do texto de Gênesis 3.15, onde é feito a promessa do Redentor pela primeira vez: “este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar”. O que essas imagens comunicam? Que o diabo de fato seria completa e totalmente derrotado tendo a sua cabeça esmagada, mas o Redentor seria apenas machucado temporariamente, tendo o seu calcanhar ferido. Jesus morreu, é verdade, mas ressuscitou. Jesus foi apenas ferido pelo adversário, mas a sua morte é outra história. Ele não morreu porque o diabo o derrotou, mas porque livre e espontaneamente deu sua vida como oferta de expiação pelos seus irmãos. Esse foi um […]
27 de maio de 2020

“O pecado dos nossos filhos”

À medida que nossos filhos crescem ficamos impressionados com as suas habilidades e facilidades. Quantas vezes somos surpreendidos pelas habilidades dos pequeninos? À medida em que aprendem a falar e a expressar ideias, rapidamente vão se desenvolvendo na arte das perguntas, das argumentações e dos questionamentos complexos da vida. É maravilhoso ver nossos filhos aprendendo as letras do alfabeto, a formar e ler as palavras, a responder as primeiras equações matemáticas. Na era da tecnologia, nossos filhos demonstram destreza ao lidar com equipamentos modernos. A tecnologia que muitas vezes nos intimida, para os nossos filhos é puro fascínio. É um processo bonito da vida que enche o nosso coração de alegria e felicidade. Por outro lado, é claramente perceptível que nossos filhos se desenvolvem rapidamente nas práticas do pecado. Ninguém precisa ensiná-los o errado, eles simplesmente já sabem por natureza. Ainda que se tente justificar dizendo que os meio é […]
26 de maio de 2020

“Semente sobre pedras”

Jesus continuou ensinando sobre a parábola do semeador. Ele disse aos seus ouvintes: “Parte dela caiu sobre pedras e, quando germinou, as plantas secaram, porque não havia umidade” (Lc 8.6). Jesus deu a interpretação desse tipo de solo. “As que caíram sobre as pedras são os que recebem a palavra com alegria quando a ouvem, mas não têm raiz. Creem durante algum tempo, mas desistem na hora da provação” (Lc 8.13). Talvez uma maneira simples de entender este tipo de coração seria o entusiasmo momentâneo. Aquela aparente mudança de vida que, na verdade, é apenas aparente. Esse tipo de solo chama a atenção pelas reações iniciais: Em primeiro lugar, há uma alegria, mas ela é muito passageira. É um tipo de alegria que vem ao coração por ouvir a Palavra de Deus, mas não se aprofunda na verdade das boas novas de salvação em Cristo Jesus. É um solo sem […]
25 de maio de 2020

“Você está atento?”

“Cingido esteja o vosso corpo, e acesas, as vossas candeias.” (Lucas 12.35) Quando jovem trabalhei como operador de máquina em uma empresa. Eu tinha que ficar alerta o tempo todo, pois a qualquer instante, alguma coisa poderia sair da normalidade, sendo necessário desligar o painel para não causar danos nos motores. Atenção, portanto, era fundamental nesse meu trabalho. Ao longo de todo o texto bíblico vemos ênfases para estarmos alertas, atentos para este ou aquele acontecimento, a Bíblia chega a ilustrar esta ideia usando a figura do atalaia. No texto em questão o Senhor Jesus mais uma vez enfatiza a sua volta, e neste particular, ele chama a atenção dos seus ouvintes para a necessidade de estarem atentos. Aqui ele usa duas figuras ilustrativas, sendo um aspecto positivo e outro negativo podemos ver. Primeiro ele fala de um determinado senhor que sai para uma festa sem marcar hora para voltar, […]
23 de maio de 2020

“Pregando a Palavra”

Em Malaquias 1:1 está escrito assim: “Sentença pronunciada pelo SENHOR contra Israel, por intermédio de Malaquias.” O ministério profético de Malaquias se deu num tempo de apatia espiritual. As festas religiosas em Israel eram cumpridas de acordo com o calendário, as cerimônias não deixavam de ser realizadas, os cultos aconteciam regularmente, no entanto, tudo isso era feito com má vontade, com insinceridade e sem temor a Deus. Esse profeta foi chamado por Deus para confrontar esse povo religiosamente pecador, ou pecaminosamente religioso. Destaco três aspectos da dura e pesada tarefa que Malaquias recebeu: • O 1º aspecto é: A palavra que Malaquias tinha de proclamar era uma “sentença”. Era uma mensagem pesada a ser transmitida aos de Judá e de Jerusalém. Ele tinha de dizer aos seus ouvintes, às suas ovelhas, o que precisavam ouvir e não o que queriam ouvir. • O 2º aspecto é: A palavra que Malaquias […]
22 de maio de 2020

“Você é egoísta?”

“Pois como poderei ver o mal que sobrevirá ao meu povo? E como poderei ver a destruição da minha parentela?” (Ester 8.6) Quem conhece a história contada no livro de Ester sabe que Hamã, o segundo homem mais importante do império, havia conseguido convencer o rei a assinar um decreto para que todos os judeus fossem mortos. Ester, que era judia, estava na condição de rainha, e isto talvez pudesse livrá-la desse decreto, inclusive porque, nem o rei, nem Hamã sabiam que ela era judia. No entanto, ela foi um instrumento nas mãos de Deus para que este plano fosse revelado ao rei, desmascarando Hamã, que foi enforcado a mando do rei. O Capítulo 8 começa com o rei dando todos os bens de Hamã a Ester, e com Mordecai, o seu tio, sendo colocado no lugar de Hamã, ou seja, como o segundo homem mais importante do Império. Isso […]
21 de maio de 2020

“Olhando na direção certa”

“Moisés, porém, respondeu ao povo: Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do SENHOR que, hoje, vos fará; porque os egípcios, que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver. 14 O SENHOR pelejará por vós, e vós vos calareis”. (Êxodo 14: 13-14). Depois de aproximadamente 430 anos como escravo no Egito, e depois de ver os grandes feitos de Deus contra a nação e a casa de Faraó, o povo de Israel experimentou o livramento do Senhor, que o tirou de lá com mão forte e braço estendido. E tudo dentro dos propósitos de Deus, para que nada fugisse ao controle absoluto dos decretos soberanos do Senhor, o próprio Deus dissera a Moisés, que endureceria o coração de Faraó para que os perseguisse e assim aconteceu. Os hebreus deixaram o Egito depois que Deus forçou o faraó a libertá-los. Mas agora, quando eles começaram sua jornada pelo deserto, os […]
19 de maio de 2020

“Descansando Seguro nos Braços de Deus”

Examinaremos agora Mateus 1.18-23 para nossa compreensão a respeito da pessoa e ministério de Jesus Cristo. Observamos nesse texto que Jesus Cristo foi gerado no ventre de Maria por ação do Espírito Santo: “estando Maria, sua mãe, desposada com José, sem que tivesse antes coabitado, achou-se grávida pelo Espírito Santo”. O que isso tem a nos informar a respeito de Jesus Cristo? Nossa intenção não é falar a respeito de ninguém mais além de Cristo. Então, passaremos direto para as informações a respeito da sua pessoa e obra. Primeiramente, observe que Jesus Cristo é uma pessoa histórica, de carne e osso. Ele é homem como qualquer um de nós, contudo, sem pecado, pois foi gerado pelo Espírito Santo numa mulher judia chamada Maria. Ele é uma pessoa histórica e real. É importante enfatizar isso porque muitas pessoas dizem que o cristianismo não é histórico, mas está fundamentado no Cristo da […]
18 de maio de 2020

“Bem sucedido”

O que é ser uma pessoa bem sucedida? Para os padrões do mundo, ser bem sucedido significa ser rico, reconhecido e até mesmo invejado. Muitos jovens ao escolherem suas futuras profissões, não o fazem pensando nas vocações naturais recebidas de Deus, mas o fazem pensando no retorno financeiro, na projeção pessoal e na conveniência. Muitos pais se desdobram em seus trabalhos para dar a melhor educação aos seus filhos pensando apenas nos retornos materiais. Isso explica, em parte, porque há muitas pessoas aparentemente bem sucedidas em seus trabalhos, mas infelizes em suas vidas. A recompensa financeira faz parte de ser bem sucedido, mas não é o único critério e nem o melhor. O que a Palavra de Deus nos ensina sobre o ser uma pessoa bem sucedida na vida? 1º Lugar – Ser bem sucedido é ter uma vida de comunhão com Deus. A comunhão com Deus é o alicerce […]
16 de maio de 2020

“Semente à beira do caminho”

O semeador saiu e semeou a semente e “parte dela caiu à beira do caminho; foi pisada, e as aves do céu a comeram” (Lc 4.5). Jesus deu a interpretação, dizendo: “As que caíram à beira do caminho são os que ouvem, e então vem o Diabo e tira a palavra do seu coração, para que não creiam e não sejam salvos” (Lc 4.12). Em todos os tipos de solo que a semente é lançada é indicativo que todos ouvem a Palavra de Deus. Todavia, é interessante observar as ações do Diabo: “e então vem o Diabo e tira a palavra do seu coração, para que não creiam e não sejam salvos” (Lc 8.12). O que leva o Diabo a tirar a Palavra de Deus do coração de um pecador é que, embora tendo-a ouvido, ele não a compreende. E, devemos lembrar que ouvir e compreender faz toda a diferença […]
15 de maio de 2020

“Ser Mãe” (1ª Timóteo 2:15)

No texto o apóstolo Paulo destaca o resultado na vida daquela mulher que vive em obediência às Escrituras. Ele diz: “Será preservada através de sua missão de mãe”. O nome que Adão deu para a sua mulher traz consigo um significado que está relacionado com uma de suas funções. EVA: “Mãe de todos os viventes”. SER MÃE É UMA MISSÃO – O texto faz uma estreita relação entre a postura de obediência da mulher com a missão que ela recebeu do Criador, ou seja, de gerar vida. A Bíblia fala do papel da mulher ser genitora como sendo uma dádiva de Deus à mulher, aliás, a tarefa de ser mãe era visto como algo tão importante que a esterilidade feminina chegava a ser considerada uma maldição divina, visto que furtava da mulher uma de suas funções mais sublimes, dar à luz, trazer um ser à vida. Esta ideia é claramente […]
14 de maio de 2020

“Dedique tempo ensinando e pregando…”

Em Atos dos Apóstolos 15:35 está escrito: “Paulo e Barnabé demoraram-se em Antioquia, ensinando e pregando, com muitos outros, a palavra do Senhor.” Os missionários Paulo e Barnabé demoraram em Antioquia fazendo o seu trabalho, que era a sua missão bem como sua própria vida. Demoraram em Antioquia ensinando e pregando a palavra do Senhor. Num tempo de bastante dificuldade, de falsos ensinamentos e pregações fraudulentas, no qual muitas pessoas estavam sendo enganadas e dando ouvidos e acreditando em distorções e invencionismos humanos, tempo também de dúvidas, Deus chamou e levantou servos Seus a fim de fazer um trabalho dedicado para pregar e ensinar a salvação pela graça. O trabalho em Antioquia levou alguns dias. E nesses dias Paulo e Barnabé proclamaram as boas-novas da salvação. A sua pregação apresentou aos de Antioquia o Evangelho de Cristo. Eles ensinaram muitas coisas. A sua pregação apresentou aos de Antioquia o que […]
13 de maio de 2020

“Inveja, um grande mal”

“Cruel é o furor, e impetuosa, a ira, mas quem pode resistir à inveja?” (Provérbios 27.4) A fúria de alguém é algo que, de fato, assusta. O que alguém é capaz de fazer quando está irado? No texto de hoje, ao ser chamada de impetuosa, a ira é comparada a um tsunami, ou dilúvio, coisas altamente destrutivas. Mas o texto diz que há algo pior do que a ira ou a fúria: a inveja. Uma pessoa possuída de inveja é pior do que uma irritada ou furiosa. A ira pode logo passar, pois há maneiras de apaziguá-la, mas a inveja permanece e funciona de modo insensível. Abel não subsistiu diante da inveja de Caim, nem José diante da inveja de seus irmãos. Tiago chama a inveja de sabedoria terrena, animal e demoníaca (Tiago 3.14, 15). Alguém furioso mostra sua fúria, dando assim oportunidade de defesa, mas a inveja fica no […]
12 de maio de 2020

“O propósito das provações da vida”

“O crisol é para prata, e a fornalha é para ouro, e o SENHOR prova corações” (Provérbios 17: 3) O Senhor permite provações em nossas vidas com o propósito de nos refinar. É um tempo de prova que realmente revela a fé de alguém. Como você lida com os tempos difíceis mostra se você realmente confia em Deus ou não. À medida que passamos por esse período de provas, devemos aprender e crescer ele, pois nenhuma provação nos deixa da mesma maneira. Diferente da tentação que no começo parece ser algo bom, mas no final derruba e destrói, a provação no começo pode não ser bom e não ter um sentido lógico, mas no final, fortalece e nos torna maduros para a vida e para a fé. Deus prometeu um filho a Abraão e por muito tempo ele o esperou. Mas depois que esse seu filho nasceu e se tornou […]
11 de maio de 2020

“O Governo e a Benção de Deus”

Tomemos como texto para nossa meditação Mateus 1.1, que diz: “Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão”. Lembre-se que Mateus escreveu para os judeus, um povo que conhecia seu passado e história. Mas o que o evangelista quer dizer ao falar que Jesus é descendente de Davi e também de Abraão? Ao meditarmos nesse texto algumas verdades preciosas nos vêm à mente nesse momento: Primeiro, Mateus faz seus compatriotas voltarem seus olhos para o passado. Os judeus deveriam olhar para trás e refletirem sobre os procedimentos de Deus em relação aos seus ancestrais. Conhecer nosso passado é essencial para vivermos bem o presente. Uma pessoa sem passado é uma pessoa sem história. E uma pessoa sem história é uma pessoa sem identidade, sem referências, alienada e sem perspectiva de futuro. Segundo, Mateus deixa claro que Deus não se esqueceu de seu povo. Ele continua ativo […]
29 de setembro de 2017

PASTORAL 2017

COLOCANDO A IGREJA EM BOA ORDEM Reverendo Márcio Willian Chaveiro – Pastoral de 2017   “Por esta razão, te deixei em Creta, para que pusesses em ordem as coisas restantes, bem como, em cada cidade, constituísses presbíteros, conforme te prescrevi:” (Tito 1.5) Durante esse quadriênio a Igreja Presbiteriana Conservadora do Brasil comemorou 75 anos de sua fundação. É uma história rica, de defesa teológica rigorosamente ortodoxa, como expressa a introdução da nossa Constituição e Ordem. Muitos desafios surgiram desde 1940 que devem provocar em nós reflexões e ações. Alguns desafios são os mesmos que enfrentaram nossos pais em 1940 e nos anos seguintes, que facilmente podem ser observados nas pastorais anteriores, os quais destacamos os seguintes pontos: firmeza teológica e fortalecimento dos púlpitos; unidade da igreja e crescimento numérico através do evangelismo e missão. Existem fatores culturais e sociais em nossa nação que naturalmente afrontam direta ou indiretamente a nossa […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 2013

PASTORAL 2013 FIRMADOS NAS VEREDAS ANTIGAS Amados irmãos! “…Graça a vós e paz da parte daquele que é, e que era, e que há de vir…” (Ap. 1:4) Decorridos 73 anos em que o pendão da nossa querida igreja passou a tremular em nossa pátria, estamos hoje aqui, dando prosseguimento ao trabalho de nossos pais conservadores. Certamente passa por todos nós o sentimento de honra e de grande responsabilidade dar continuidade a história dessa amada Igreja. Diante de tão grande responsabilidade faz-se necessário refletir-mos sobre o caminho que estamos trilhando. “Ponde-vos à margem no caminho e vede, perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho; andai por ele e achareis descanso para a vossa alma; mas eles dizem: Não andaremos” (Jeremias 6:16). Jeremias, arauto de Deus em sua geração, viveu numa época de grandes tribulações e tragédias. Uma época de crise política, moral e espiritual. A sua nação passava […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 2009

PASTORAL DA ASSEMBLÉIA GERAL DA IGREJA PRESBITERIANA CONSERVADORA DO BRASIL ÀS IGREJAS DE SUA JURISDIÇÃO Amados irmãos! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus Pai e a Comunhão do Espírito Santo sejam sempre convosco. II Co. 12:13 Graças ao bom Deus chegamos a primeira reunião da Assembléia Geral da Igreja Presbiteriana Conservadora do Brasil, ocasião esta propícia a agradecermos os feitos até aqui, sempre sob a boa mão do Senhor, bem como é tempo de avaliarmos nossos níveis reais de desenvolvimento, crescimento e acertarmos os rumos do nosso viver cristão denominacional a fim de enfrentarmos os novos desafios que nos estão propostos. No próximo ano completaremos 70 anos de existência em solo pátrio, data que deve ser comemorada como marco histórico em nossa caminhada. Nos dias atuais, mais do que nunca necessitamos manter firmes os princípios bíblicos e a defesa do Evangelho. Portanto, nossa igreja tem […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 2006

UMA POSIÇÃO. UM DESAFIO (Pastoral 2006) Rev. José Paulo Brocco   Quando o povo de Israel, depois de peregrinar quarenta anos, atravessa o Jordão, toma doze pedras. Josué diz à nação a razão desse ato. “Quando, no futuro, vossos filhos perguntarem a seus pais, dizendo: Que significam estas pedras?, fareis saber a vossos filhos, dizendo: Israel passou em seco este Jordão. Porque o Senhor, vosso Deus, fez secar as águas do Jordão diante de vós, até que passásseis, como o Senhor, vosso Deus, fez ao mar Vermelho, ao qual secou perante nós, até que passamos. Para que todos os povos da terra conheçam que a mão do Senhor é forte, a fim de que temais ao Senhor, vosso Deus, todos os dias.” (Js 4.21-24). A história da nação de Israel adverte-nos que os pais, inúmeras vezes, deixaram de transmitir a seus filhos os grandes feitos do Senhor. Talvez os filhos, […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 2003

PASTORAL – JULHO 2003 Rev. Flávio Antônio Alves da Costa   “A Igreja, na verdade, tinha paz por toda a Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número.” At 9.31 Amados irmãos conservadores, temos trilhado por um caminho comum, mantido uma só fé, praticado um só batismo, desde a muito , ou seja, são 63 anos de lutas árduas e de manutenção de alvos maiores que os pessoais, içando a bandeira da ortodoxia quanto aos ensinos da Palavra de Deus, sem nunca nos esquecer da piedade cristã, em nossa Pátria.   Os tempos atuais, amados irmãos, não são diferentes e nem piores que aqueles que os nossos pródromos viveram (protagonizaram) nos idos dos anos 30 e 40. Eles se mobilizaram em torno de uma causa comum, mas desgastante e exigente, a defesa da fé cristã exarada da Palavra […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 2000

“Firmando os Marcos Antigos” Pastoral – Julho de 2000 Rev. Welerson Alves Duarte   “Firmando os Marcos Antigos”. “Não removas os marcos antigos que puseram teus pais.” (Pv 22.28). Estamos distantes 60 anos de quando nossos pais puseram os marcos na fundação da Igreja Presbiteriana Conservadora do Brasil. Estes marcos estabeleceram a identidade desta igreja e assim dão razão à sua existência como denominação. Nesses sessenta anos Deus tem levantado servos fiéis que batalharam pela fé. Muitos destes já partiram, tendo cumprido sua carreira. Não poderíamos deixar de mencionar ao menos aqueles que mais recentemente foram chamados pelo Senhor, como os Presbs. Sebastião Rodrigues dos Santos e Naul Steffen e, estando entre nós nesta reunião, o Presb. Ricardo Krentzenstein Filho. Estes cumpriram sua carreira; nós, porém, aqui ainda estamos e não podemos esmorecer. Pesa sobre nossos ombros esta honrosa responsabilidade. Estamos às portas do Século XXI e a Igreja de […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 1997

A BATALHA CONTINUA (PASTORAL 1997 – Rev.  Edival José Vieira)   Cinqüenta e sete anos já se passaram desde que a bandeira do conservantismo presbiteriano foi erigida no solo de nossa pátria. Hoje, já passadas mais de cinco décadas, continuamos na trilha de nossa denominação, no propósito de manter essa bandeira içada num lugar de destaque, testemunhando, dessa forma, que continuamos na batalha da fé que uma vez foi dada aos santos. Entendemos que essa bandeira não pode ser substituída e nem a nossa batalha pode mudar a sua ênfase. Não é tempo de mudarmos os marcos antigos (Pv 22:28), mas é tempo de firmarmos cada vez mais estes marcos (Is. 54:2); não é tempo de cavarmos novos poços à procura de uma nova água, mas é tempo de tirarmos os entulhos dos antigos e nos abeberarmos da antiga água (Gn 26:18,19); não é tempo de procurarmos novos caminhos para […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 1994

PASTORAL 1994 Rev. Luiz Antônio Gomes da Silva   “… Antes santificai a Cristo, como Senhor em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós; Tendo uma boa consciência, para que, naquilo em que, falam mal de vós como de malfeitores, fiquem confundidos os que blasfemam do vosso bom porte em Cristo.” (1Pe 3.15,16).   Amados irmãos, Temos no presente texto da Palavra de Deus, a exortação do apóstolo Pedro, quanto à necessidade de buscarmos a nossa santificação, para que estejamos devidamente preparados para respondermos, com toda a segurança, aos nossos inquiridores, a respeito da fé que anunciamos em Cristo, a qual é a razão da esperança que há em nós. Jamais poderemos enfrentar, vitoriosamente, nossos adversários, se formos merecedores de castigo. O nosso bom procedimento em Cristo haverá de ser sempre a […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 1983

PASTORAL 1983   Amados irmãos: “Que a graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós.”  (II Cor. 12.13) Quis a misericórdia de nosso bondoso Deus que a Igreja Presbiteriana Conservadora, à qual pertenceis, vencesse mais um triênio na sua trajetória vitoriosa e abençoada, sob a bandeira do conservantismo doutrinário. 43 anos são decorridos desde o final da controvérsia doutrinária no seio da Igreja mãe, da qual resultou a formação desse novo ramo da Igreja de Cristo. É mais uma vez o momento para a reflexão, para a reafirmação de princípios, para a retomada de propósitos, para a delineação de novos planos para o futuro. É, portanto, mister que lancemos nossos olhares para o passado, para o presente e para o futuro, a fim de que conheçamos bem nossa herança, verifiquemos nossa condição atual e compreendamos nossas possibilidades.   […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 1980

PASTORAL 1980               Amados irmãos em Cristo   Pela graça e misericórdia de Deus, a Igreja Presbiteriana Conservadora do Brasil chega aos quarenta anos de existência. Vencendo obstáculos aparentemente intransponíveis, percorrendo estradas perigosas, fincando balizas em pontos os mais diversos em nossa pátria, completará a nossa querida igreja mais um aniversário, no próximo dia 11 de fevereiro, estabilizada e dinâmica em seus propósitos. Chamamos a atenção de cada presbiteriano conservador para os seguintes pontos:   Posição doutrinária   A nossa igreja surgiu, pela graça de Deus, em nosso país, caracterizada por rigorosa ortodoxia e eminente posição bíblica, defendendo a pureza da doutrina das Sagradas Escrituras e declarando-se fiel aos símbolos doutrinais do presbiterianismo, consubstanciados na Confissão de Fé e nos catecismos de Westminster. É, portanto, uma igreja rigorosamente presbiteriana, cuja mística é o conservantismo doutrinário, em consonância com o nome que adotou. A bandeira presbiteriana Conservadora desfraldada pelo grupo […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 1977

PASTORAL – 1977 Rev. Israel Cardoso   Amados irmãos da Seara Conservadora “Graça damos a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, orando sempre por vós.” (Cl 1.3)   Com muita alegria e expectativa chegamos ao final de mais uma etapa em nossa jornada eclesiástica. Com esse estado de ânimo, nossos corações se voltam para a mensagem de Isaías 54.2, como que a fazer um balanço de tudo o que, pela graça de Deus, temos alcançado: “Amplia o lugar da tua tenda, e as cortinas das tuas habitações se estendam: não o impeças; alonga as tuas cordas e firma bem as tuas estacas.” No dia 11 de fevereiro nossa querida Igreja completa 37 anos de abençoada existência. Muitas foram até aqui as lutas enfrentadas, mas grandes têm sido as vitórias por ela alcançadas. O que temos feito? O que temos deixado de fazer? Gozamos de uma sólida posição doutrinária, comprovada […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 1974

IGREJA   PRESBITERIANA    CONSERVADORA    DO   BRASIL PASTORAL 1974   Amados irmãos da Seara  Conservadora.   “GRAÇA A VÓS E PAZ DA PARTE DE DEUS NOSSO PAI E DA DO SENHOR JESUS CRISTO.” 2Co 1.2   A Junta Administrativa do Sínodo da Igreja Presbiteriana Conserva­dora do Brasil, encarregada de apresentar a Pastoral a todas as suas igrejas e obreiros, vem, prazeirosamente, desincumbir-se de sua missão, rogando a Deus que abençoe as suas palavras de incentivo, exortação e conforto.   GRATIDÃO E LOUVOR “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te es­queças de nenhum de seus benefícios.” – Salmo 103.1,2. Devemos ser gratos a Deus e louvá-Lo pela garantia do perdão dos nossos pecados e a certeza da salvação para a vida eterna em comunhão com Ele. (Romanos 5.1,2) Devemos ser gratos a Deus […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 1971

PASTORAL 1971 Mais uma etapa acaba de ser vencida em nossa jornada eclesiástica. Olhando para trás só nos cumpre afirmar: “Até aqui nos ajudou o Senhor”. Não fôra o Senhor, não tivesse Ele abençoado a nossa Igreja, chegaríamos ao presente em condições toa lisonjeiras e animadoras como se constatou? Que faríamos pela evangelização pátria, pela pureza do Evangelho e defesa das doutrinas fundamentais, se somos ainda poucos e modestos? Vencemos, no entanto, porque o Senhor da seara esteve e está ao nosso lado. Foi Ele quem triunfou por nós. Glória ao Senhor. Queridos irmãos e companheiros da peleja sagrada. Nós vos apresentamos os mais sinceros aplausos pela vossa fé inquebrantável na Palavra de Deus, que foi “a lâmpada para os vossos pés e luz para os vossos caminhos”,  a vossa única regra de fé e prática, e o alimento suficiente para sustento da vossa vida espiritual; agradecemos a vossa confiança […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 1968

PASTORAL 1968 Rev. Armando Pinto de Oliveira   Amados em Cristo. Reunidos como Sínodo da Igreja Presbiteriana Conservadora do Brasil, vossos representantes no exercício da autoridade eclesiástica suprema de nossa amada denominação, julgamos necessário dirigir-vos, ao final dos nossos trabalhos, uma palavra de exortação e advertência. Estamos vivendo, sem dúvida alguma, os dias que precedem o desencadeamento dos fatos que hão de nos conduzir à vitória final. Sentimo-nos felizes em viver estes dias e presenciar o cumprimento exato de muitas profecias proclamadas pela Palavra de Deus, que nos tem sido fonte inexaurível e bênçãos e guia seguro em nossa jornada. O que, porém, mais nos deve impressionar em meio aos acontecimentos que se precipitam, e ao meditarmos sobre essas profecias, é o perigo a que estamos expostos. O perigo de sermos enganados, iludidos, desviados, pelos falsos mestres que enxameiam o mundo dito cristão da atualidade. “Acautelai-vos, que ninguém vos engane.” […]
28 de junho de 2017

PASTORAL 1965

PASTORAL – 1965   Rev. Antonio Gonçalves de Oliveira   Prezados irmãos, “Se não fora o Senhor que esteve ao nosso lado, ora diga Israel; se não fora o Senhor que esteve ao nosso lado, quando os homens se levantaram contra nós eles teriam então nos engolido vivos, quando a sua ira se acendeu contra nós.” (Sl 124.1-3) Pela vontade humana, há muito que teríamos sucumbido. O prazer incontido do adversário seria ver-nos soterrados sob a avalanche dos nossos próprios problemas e dificuldades. Não acreditavam, em nenhum instante, que um punhado de bravos pudesse manter bem alto, e por tanto tempo, o pendão real colocado em suas mãos, devido a firmeza doutrinária que sucumbiu com a separação de 1940. A verdade sublime do Salmo 20 salta aos nossos olhos, penetra em nossos corações, falando à nossa alma, quando encontramos nos versículos set e oito: “Uns confiam em carros e outros […]