DEVOCIONAIS

26 de Maio de 2020

“Semente sobre pedras”

Jesus continuou ensinando sobre a parábola do semeador. Ele disse aos seus ouvintes: “Parte dela caiu sobre pedras e, quando germinou, as plantas secaram, porque não havia umidade” (Lc 8.6). Jesus deu a interpretação desse tipo de solo. “As que caíram sobre as pedras são os que recebem a palavra com alegria quando a ouvem, mas não têm raiz. Creem durante algum tempo, mas desistem na hora da provação” (Lc 8.13). Talvez uma maneira simples de entender este tipo de coração seria o entusiasmo momentâneo. Aquela aparente mudança de vida que, na verdade, é apenas aparente. Esse tipo de solo chama a atenção pelas reações iniciais: Em primeiro lugar, há uma alegria, mas ela é muito passageira. É um tipo de alegria que vem ao coração por ouvir a Palavra de Deus, mas não se aprofunda na verdade das boas novas de salvação em Cristo Jesus. É um solo sem […]
25 de Maio de 2020

“Você está atento?”

“Cingido esteja o vosso corpo, e acesas, as vossas candeias.” (Lucas 12.35) Quando jovem trabalhei como operador de máquina em uma empresa. Eu tinha que ficar alerta o tempo todo, pois a qualquer instante, alguma coisa poderia sair da normalidade, sendo necessário desligar o painel para não causar danos nos motores. Atenção, portanto, era fundamental nesse meu trabalho. Ao longo de todo o texto bíblico vemos ênfases para estarmos alertas, atentos para este ou aquele acontecimento, a Bíblia chega a ilustrar esta ideia usando a figura do atalaia. No texto em questão o Senhor Jesus mais uma vez enfatiza a sua volta, e neste particular, ele chama a atenção dos seus ouvintes para a necessidade de estarem atentos. Aqui ele usa duas figuras ilustrativas, sendo um aspecto positivo e outro negativo podemos ver. Primeiro ele fala de um determinado senhor que sai para uma festa sem marcar hora para voltar, […]
23 de Maio de 2020

“Pregando a Palavra”

Em Malaquias 1:1 está escrito assim: “Sentença pronunciada pelo SENHOR contra Israel, por intermédio de Malaquias.” O ministério profético de Malaquias se deu num tempo de apatia espiritual. As festas religiosas em Israel eram cumpridas de acordo com o calendário, as cerimônias não deixavam de ser realizadas, os cultos aconteciam regularmente, no entanto, tudo isso era feito com má vontade, com insinceridade e sem temor a Deus. Esse profeta foi chamado por Deus para confrontar esse povo religiosamente pecador, ou pecaminosamente religioso. Destaco três aspectos da dura e pesada tarefa que Malaquias recebeu: • O 1º aspecto é: A palavra que Malaquias tinha de proclamar era uma “sentença”. Era uma mensagem pesada a ser transmitida aos de Judá e de Jerusalém. Ele tinha de dizer aos seus ouvintes, às suas ovelhas, o que precisavam ouvir e não o que queriam ouvir. • O 2º aspecto é: A palavra que Malaquias […]
22 de Maio de 2020

“Você é egoísta?”

“Pois como poderei ver o mal que sobrevirá ao meu povo? E como poderei ver a destruição da minha parentela?” (Ester 8.6) Quem conhece a história contada no livro de Ester sabe que Hamã, o segundo homem mais importante do império, havia conseguido convencer o rei a assinar um decreto para que todos os judeus fossem mortos. Ester, que era judia, estava na condição de rainha, e isto talvez pudesse livrá-la desse decreto, inclusive porque, nem o rei, nem Hamã sabiam que ela era judia. No entanto, ela foi um instrumento nas mãos de Deus para que este plano fosse revelado ao rei, desmascarando Hamã, que foi enforcado a mando do rei. O Capítulo 8 começa com o rei dando todos os bens de Hamã a Ester, e com Mordecai, o seu tio, sendo colocado no lugar de Hamã, ou seja, como o segundo homem mais importante do Império. Isso […]
21 de Maio de 2020

“Olhando na direção certa”

“Moisés, porém, respondeu ao povo: Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do SENHOR que, hoje, vos fará; porque os egípcios, que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver. 14 O SENHOR pelejará por vós, e vós vos calareis”. (Êxodo 14: 13-14). Depois de aproximadamente 430 anos como escravo no Egito, e depois de ver os grandes feitos de Deus contra a nação e a casa de Faraó, o povo de Israel experimentou o livramento do Senhor, que o tirou de lá com mão forte e braço estendido. E tudo dentro dos propósitos de Deus, para que nada fugisse ao controle absoluto dos decretos soberanos do Senhor, o próprio Deus dissera a Moisés, que endureceria o coração de Faraó para que os perseguisse e assim aconteceu. Os hebreus deixaram o Egito depois que Deus forçou o faraó a libertá-los. Mas agora, quando eles começaram sua jornada pelo deserto, os […]
19 de Maio de 2020

“Descansando Seguro nos Braços de Deus”

Examinaremos agora Mateus 1.18-23 para nossa compreensão a respeito da pessoa e ministério de Jesus Cristo. Observamos nesse texto que Jesus Cristo foi gerado no ventre de Maria por ação do Espírito Santo: “estando Maria, sua mãe, desposada com José, sem que tivesse antes coabitado, achou-se grávida pelo Espírito Santo”. O que isso tem a nos informar a respeito de Jesus Cristo? Nossa intenção não é falar a respeito de ninguém mais além de Cristo. Então, passaremos direto para as informações a respeito da sua pessoa e obra. Primeiramente, observe que Jesus Cristo é uma pessoa histórica, de carne e osso. Ele é homem como qualquer um de nós, contudo, sem pecado, pois foi gerado pelo Espírito Santo numa mulher judia chamada Maria. Ele é uma pessoa histórica e real. É importante enfatizar isso porque muitas pessoas dizem que o cristianismo não é histórico, mas está fundamentado no Cristo da […]
18 de Maio de 2020

“Bem sucedido”

O que é ser uma pessoa bem sucedida? Para os padrões do mundo, ser bem sucedido significa ser rico, reconhecido e até mesmo invejado. Muitos jovens ao escolherem suas futuras profissões, não o fazem pensando nas vocações naturais recebidas de Deus, mas o fazem pensando no retorno financeiro, na projeção pessoal e na conveniência. Muitos pais se desdobram em seus trabalhos para dar a melhor educação aos seus filhos pensando apenas nos retornos materiais. Isso explica, em parte, porque há muitas pessoas aparentemente bem sucedidas em seus trabalhos, mas infelizes em suas vidas. A recompensa financeira faz parte de ser bem sucedido, mas não é o único critério e nem o melhor. O que a Palavra de Deus nos ensina sobre o ser uma pessoa bem sucedida na vida? 1º Lugar – Ser bem sucedido é ter uma vida de comunhão com Deus. A comunhão com Deus é o alicerce […]
16 de Maio de 2020

“Semente à beira do caminho”

O semeador saiu e semeou a semente e “parte dela caiu à beira do caminho; foi pisada, e as aves do céu a comeram” (Lc 4.5). Jesus deu a interpretação, dizendo: “As que caíram à beira do caminho são os que ouvem, e então vem o Diabo e tira a palavra do seu coração, para que não creiam e não sejam salvos” (Lc 4.12). Em todos os tipos de solo que a semente é lançada é indicativo que todos ouvem a Palavra de Deus. Todavia, é interessante observar as ações do Diabo: “e então vem o Diabo e tira a palavra do seu coração, para que não creiam e não sejam salvos” (Lc 8.12). O que leva o Diabo a tirar a Palavra de Deus do coração de um pecador é que, embora tendo-a ouvido, ele não a compreende. E, devemos lembrar que ouvir e compreender faz toda a diferença […]
15 de Maio de 2020

“Ser Mãe” (1ª Timóteo 2:15)

No texto o apóstolo Paulo destaca o resultado na vida daquela mulher que vive em obediência às Escrituras. Ele diz: “Será preservada através de sua missão de mãe”. O nome que Adão deu para a sua mulher traz consigo um significado que está relacionado com uma de suas funções. EVA: “Mãe de todos os viventes”. SER MÃE É UMA MISSÃO – O texto faz uma estreita relação entre a postura de obediência da mulher com a missão que ela recebeu do Criador, ou seja, de gerar vida. A Bíblia fala do papel da mulher ser genitora como sendo uma dádiva de Deus à mulher, aliás, a tarefa de ser mãe era visto como algo tão importante que a esterilidade feminina chegava a ser considerada uma maldição divina, visto que furtava da mulher uma de suas funções mais sublimes, dar à luz, trazer um ser à vida. Esta ideia é claramente […]
14 de Maio de 2020

“Dedique tempo ensinando e pregando…”

Em Atos dos Apóstolos 15:35 está escrito: “Paulo e Barnabé demoraram-se em Antioquia, ensinando e pregando, com muitos outros, a palavra do Senhor.” Os missionários Paulo e Barnabé demoraram em Antioquia fazendo o seu trabalho, que era a sua missão bem como sua própria vida. Demoraram em Antioquia ensinando e pregando a palavra do Senhor. Num tempo de bastante dificuldade, de falsos ensinamentos e pregações fraudulentas, no qual muitas pessoas estavam sendo enganadas e dando ouvidos e acreditando em distorções e invencionismos humanos, tempo também de dúvidas, Deus chamou e levantou servos Seus a fim de fazer um trabalho dedicado para pregar e ensinar a salvação pela graça. O trabalho em Antioquia levou alguns dias. E nesses dias Paulo e Barnabé proclamaram as boas-novas da salvação. A sua pregação apresentou aos de Antioquia o Evangelho de Cristo. Eles ensinaram muitas coisas. A sua pregação apresentou aos de Antioquia o que […]
13 de Maio de 2020

“Inveja, um grande mal”

“Cruel é o furor, e impetuosa, a ira, mas quem pode resistir à inveja?” (Provérbios 27.4) A fúria de alguém é algo que, de fato, assusta. O que alguém é capaz de fazer quando está irado? No texto de hoje, ao ser chamada de impetuosa, a ira é comparada a um tsunami, ou dilúvio, coisas altamente destrutivas. Mas o texto diz que há algo pior do que a ira ou a fúria: a inveja. Uma pessoa possuída de inveja é pior do que uma irritada ou furiosa. A ira pode logo passar, pois há maneiras de apaziguá-la, mas a inveja permanece e funciona de modo insensível. Abel não subsistiu diante da inveja de Caim, nem José diante da inveja de seus irmãos. Tiago chama a inveja de sabedoria terrena, animal e demoníaca (Tiago 3.14, 15). Alguém furioso mostra sua fúria, dando assim oportunidade de defesa, mas a inveja fica no […]
12 de Maio de 2020

“O propósito das provações da vida”

“O crisol é para prata, e a fornalha é para ouro, e o SENHOR prova corações” (Provérbios 17: 3) O Senhor permite provações em nossas vidas com o propósito de nos refinar. É um tempo de prova que realmente revela a fé de alguém. Como você lida com os tempos difíceis mostra se você realmente confia em Deus ou não. À medida que passamos por esse período de provas, devemos aprender e crescer ele, pois nenhuma provação nos deixa da mesma maneira. Diferente da tentação que no começo parece ser algo bom, mas no final derruba e destrói, a provação no começo pode não ser bom e não ter um sentido lógico, mas no final, fortalece e nos torna maduros para a vida e para a fé. Deus prometeu um filho a Abraão e por muito tempo ele o esperou. Mas depois que esse seu filho nasceu e se tornou […]
11 de Maio de 2020

“O Governo e a Benção de Deus”

Tomemos como texto para nossa meditação Mateus 1.1, que diz: “Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão”. Lembre-se que Mateus escreveu para os judeus, um povo que conhecia seu passado e história. Mas o que o evangelista quer dizer ao falar que Jesus é descendente de Davi e também de Abraão? Ao meditarmos nesse texto algumas verdades preciosas nos vêm à mente nesse momento: Primeiro, Mateus faz seus compatriotas voltarem seus olhos para o passado. Os judeus deveriam olhar para trás e refletirem sobre os procedimentos de Deus em relação aos seus ancestrais. Conhecer nosso passado é essencial para vivermos bem o presente. Uma pessoa sem passado é uma pessoa sem história. E uma pessoa sem história é uma pessoa sem identidade, sem referências, alienada e sem perspectiva de futuro. Segundo, Mateus deixa claro que Deus não se esqueceu de seu povo. Ele continua ativo […]
9 de Maio de 2020

“A providência de Deus” (Atos 14.17)

“Contudo, não se deixou ficar sem testemunho de si mesmo, fazendo o bem, dando-vos do céu chuvas e estações frutíferas, enchendo o vosso coração de fartura e de alegria.” A providência de Deus é o ensino bíblico que afirma que o Senhor, pela sua mão poderosa, governa os céus, a terra e todas as criaturas. Todos os acontecimentos, desde o nascimento das plantas, o derramar das chuvas, os períodos de secas e as épocas frutíferas, não acontecem por forças do acaso, mas sim pela vontade soberana e poderosa de Deus. Nada pode trazer espanto ou surpresa àquele que Reina nos céus, na terra e no mar. Quando somos crianças e entramos no carro de nosso pai para realizar uma viagem, simplesmente confiamos nas suas habilidades de dirigir o carro nos levando até o destino. O nosso Deus não é apenas como um habilidoso motorista, ele é aquele que projetou o […]
8 de Maio de 2020

“A parábola do semeador”

A parábola do semeador é uma das poucas registradas nos três evangelhos. Mateus, Marcos e Lucas, escrevendo aos seus leitores originais, destacaram seus propósitos ao narrar esta parábola. Em Lucas ela está dentro de um contexto de aceitação ou rejeição das boas novas da vida eterna em Cristo. Uma grande multidão ouviu esta parábola, mas, Lucas destaca que “Os Doze estavam com ele, e também algumas mulheres que haviam sido curadas de espírito malignos e doenças: Maria, chamada Madalena, de quem haviam saído sete demônios, Joana, mulher de Cuza, administrador da casa de Herodes; Susana e muitas outras” (Lc 81-3). Jesus disse: “O semeador saiu a semear” (Lc 8.5). Para que haja colheita é necessário haver semeadura. O semeador não escolhe o tipo de solo em que a semente cairá. Ele lança a semente e ela pode cair “à beira do caminho”, “sobre pedras”, “entre espinhos” e “em boa terra”. […]
7 de Maio de 2020

“Ricos para com Deus”

O texto para a meditação de hoje é Lucas 12.16-21, e o versículo chave é o 21: “Assim é o que entesoura para si mesmo e não é rico para com Deus.” Certa vez assisti uma reportagem onde o entrevistado era um homem que possuía uma riqueza estimada em bilhões de dólares; em determinado momento, a repórter lhe questionou: Existe alguma coisa que o dinheiro compre, mas que o senhor não consegue? O entrevistado de forma taxativa respondeu: Não! Perguntado sobre aquilo que lhe dava mais prazer, o bilionário respondeu: Ir a uma praça qualquer e comprar um picolé com o sorveteiro. A passagem registrada por Lucas nos traz algo infelizmente muito comum dentro das famílias, ou seja, briga entre irmãos por causa da partilha de bens. Por pura ganância um irmão acha que deve levar vantagem sobre outro e por conta desta postura surge o rompimento dos laços até […]
6 de Maio de 2020

“Como é difícil ser como o Mestre!”

“Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles; porque esta é a Lei e os Profetas” (Mateus 7:12). Esse verso faz parte das normas que Jesus nos deixou sobre como devemos nos relacionar com o próximo. Na verdade, essa norma, é amplamente conhecida como a Regra de Ouro. A ordem é simples, porém, bastante profunda. É a vontade de Deus para os relacionamentos interpessoais. A questão é que naturalmente, cheios de “razões” respondemos às pessoas da mesma maneira que elas nos respondem, à semelhança da terceira lei de Newton. Ou seja, a uma pessoa irada, respondemos com raiva; a uma pessoa sarcástica, com sarcasmo; a uma pessoa arrogante, com arrogância. É assim que nós homens estamos acostumados a agir. Mas Jesus veio e quebra com isso. Cristo diz que os cristãos – aqueles que, como eu e você, devem refletir o amor de […]
5 de Maio de 2020

“Acho que não vou fazer mais nada!”

Em Colossenses 3:23 está escrito: “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens,”. Não são poucas as vezes em que ficamos frustrados depois de realizarmos algum trabalho. Ficamos muito decepcionados depois de uma tarefa concluída. Muitas vezes esperamos o reconhecimento ou algum feedback pelo menos por causa disso que fizemos, e de preferência, positivo ou elogioso. Esperamos isso das pessoas. Ou algumas vezes, ou muitas vezes até. E infelizmente, se fazemos algum trabalho e 50 pessoas o veem, mas 49 nos elogiam e uma critica, ficamos mais chateados do que satisfeitos. Aquela crítica mexe mais do que os comentários positivos. E nos abatemos com isso. Nossa frustração porque não nos reconhecem pelo que fazemos mostra que continuaremos infelizes enquanto estivermos fazendo as coisas para nós mesmos e não para Deus. Entendo que precisamos parar e pensar no porquê de fazermos o que […]
4 de Maio de 2020

“De quem é a Culpa”

“A estultícia do homem perverte o seu caminho, mas é contra o SENHOR que o seu coração se ira” (Provérbios 19.3) “De quem é a culpa?” Esta é uma das primeiras perguntas que se faz quando as coisas não vão bem. Isto é uma tendência do nosso coração pecaminoso: buscar responsabilizar os outros por aquilo que acontece conosco. É verdade que algumas vezes somos prejudicados por ações e palavras de outras pessoas, porém não é disso que o texto de hoje trata. Ele destaca o fato de que nossa loucura, falta de sabedoria e desobediência aos princípios que Deus estabeleceu em sua Palavra corrompem o nosso caminho, trazendo problemas. Quando os princípios estabelecidos por Deus em sua Palavra não são seguidos, é isto o que acontece. Pais não seguem os princípios na educação dos filhos, cônjuges não seguem em seu relacionamento, profissionais em seu trabalho, etc. e, então, quando as […]
2 de Maio de 2020

“Digo-vos que depressa Deus lhes fará justiça” (Lucas 18.8)

Meus irmãos, temos diante de nós um grande incentivo para o exercício fiel do sacerdócio de todos os santos. Jesus Cristo falou essas palavras como uma resposta à pergunta que fez na parábola sobre o juiz iníquo, como ela ficou conhecida. Todos nós sabemos que a parábola é sobre o dever de orar sempre e nunca esmorecer. Então, o texto em destaque na nossa meditação é uma garantia de que Deus ouvirá a oração dos seus amados. Observe o comentário que Lucas faz no verso 1 desse capítulo: “Disse Jesus uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca esmorecer”. A oração é um grande privilégio. Adentrar a corte celestial e ter uma audiência com aquele que é o Pai de toda eternidade é uma das maiores dádivas concedidas, pela morte de Cristo, a seres mortais e imperfeitos como nós. Por isso, devemos saber sim, o que orar e […]
1 de Maio de 2020

“Confie em Deus”

“Os planos do coração pertencem ao homem, mas a resposta da língua vem do SENHOR”. (Provérbios 16:1) DEUS criou os homens com capacidade de fazerem planos em seus corações. No entanto, a resposta da realização destes só depende de DEUS. As pessoas fazem planos, mas nem sempre conseguem realizá-los, o que gera frustrações, não é verdade? Claro que sim. A questão, então é, como reagir diante de tais frustrações? Como não desmoronar diante dos planos que, como água, escorrem por entre os dedos? É preciso entender que a firmeza de uma vida inabalável não está em saber que seus planos darão certo, mas em confiar que os planos de DEUS para sua vida são muito melhores e muito mais gloriosos do que qualquer plano que você pudesse elaborar. Às vezes um plano no qual você aposta que será bom para você, acaba com a sua vida física ou espiritual, como […]
30 de abril de 2020

“Cristo, a nossa verdadeira esperança”

“Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens.” (1ª Coríntios 15.19) Só há um acontecimento em toda a história que poderia trazer um real sentimento de desespero ao coração dos filhos de Deus, se Cristo não tivesse ressuscitado. No capítulo 15, da primeira carta de Paulo aos coríntios, o apóstolo afirma que se Cristo não ressuscitou dentre os mortos, como afirmavam alguns naquela época, então vã seria a nossa fé. De fato, se a ressurreição de Cristo não aconteceu, se a morte o venceu e se seu corpo permaneceu na sepultura, então não há mais nada em que possamos colocar a nossa esperança. Não há nada que poderá nos livrar da ira vindoura. Se assim fosse, a vida humana não teria propósito e tudo se resumiria a nada. Mas graças a Deus, o Senhor Jesus ressuscitou dentro os […]
29 de abril de 2020

“Posso contar com as suas orações?” (Texto básico: Lucas 11:5-13)

“Por isso, vos digo: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abri-se-vos-á.” (Lucas 11:9) “Pode contar comigo para o que der e vier!” Você já ouviu isso alguma vez? Muito provavelmente você já ouviu esta expressão de alguém. Eu que já mudei de bairro e de cidade algumas vezes, ouvi. E é muito comum os nossos novos vizinhos se aproximarem e colocarem-se à disposição. E isso é muito bom. Mas até que ponto esta prontidão é verdadeira? Devo admitir que nesta minha caminhada, fiz boas amizades com os meus vizinhos. Em algumas situações essa prontidão se concretizou, mas em outras ocasiões, me vi sozinho. Existe um ditado popular que diz: Ninguém é uma ilha. De fato, assim como socorremos, somos também socorridos em nossa rede de amizade. Sabendo desta dinâmica, o Senhor Jesus contou uma parábola para na sequência fazer um desafio aos seus ouvintes. De forma inusitada o […]
28 de abril de 2020

“Lições da parábola do semeador”

Os ouvintes de Jesus, quando contou esta parábola, constava de pessoas que eram próximas Dele, e também “uma grande multidão e vindo a Jesus gente de várias cidades” (Lc 8.4). Jesus, em Seu ministério, “ia passando pelas cidades e povoados proclamando as boas novas do Reino de Deus” (Lc 8.1). Então Jesus conta a parábola do semeador. O semeador saiu e semeou a semente ou, a Palavra de Deus. Ele não escolheu o tipo de solo para lançar a semente apenas fez o seu trabalho. O que podemos aprender com esta parábola? Quero ressaltar as seguintes lições: 1. O solo à beira do caminho representa aquele que ouve a Palavra de Deus, mas o Diabo vem e arranca a semente que caiu nele. É um solo sem profundidade, pois a umidade existente é insuficiente para que a semente crie raízes. O coração está endurecido e é insensível à Palavra de […]
27 de abril de 2020

“O amor de Jesus”

“Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 8.38-39) O erro mais grave que podemos cometer quando a doença chega, quando a ansiedade nos ameaça e quando o conflito perturba nossos relacionamentos, é concluir que talvez Deus tenha ficado entediado com a nossa devoção, e mudado sua atenção para outro cristão mais consagrado. Ou que Deus tornou-se desgostoso com a nossa imperfeita obediência e decidiu deixar-nos por conta própria por um tempo. Ou, ainda, que Deus esteja ocupado com questões “mais sérias”, e por isso, não têm tempo agora para resolver as confusões que criamos. Esse é o erro mais grotesco que podemos […]
25 de abril de 2020

“O perdão é a condição para o perdão”

“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas” (Mateus 6.14–15). Que falar sobre perdão é incomparavelmente mais fácil que praticá-lo, todos nós sabemos. Porém, será que sabemos também que de acordo com as palavras de Jesus o perdão é a condição para o perdão? Não sei se todos sabemos disso, mas deveríamos saber. Os versos em destaque foram retirados da oração do “Pai Nosso”, que Jesus nos deixou como modelo. Nela, Ele nos ensina claramente que “se nós perdoarmos aqueles que nos ofendem, Deus (o Pai) também nos perdoará”. Note a construção do ensino: “se perdoardes… (Ele) também vos perdoará”. Fica claro que o perdão não é dado a todos que o buscam, na premissa de que Deus é amor, antes, o perdão é concedido somente àqueles […]
24 de abril de 2020

“Tá olhando o que?”

“Olhei para a terra, e ei-la sem forma e vazia; para os céus, e não tinham luz. Olhei para os montes, e eis que tremiam, e todos os outeiros estremeciam. Olhei, e eis que não havia homem nenhum, e todas as aves dos céus haviam fugido. Olhei ainda, e eis que a terra fértil era um deserto, e todas as suas cidades estavam derribadas diante do SENHOR, diante do furor da sua ira.” (Jeremias 4:23 a 26). Um cenário terrivelmente devastador por causa da invasão da Babilônia. A terra de Judá estava sem forma e vazia e sem luz. Parecia que nada tinha sequer existido e que o caos é que sempre existira. A visão era dolorosamente incômoda, porém real e vívida. O inimigo do Norte simplesmente moeu Jerusalém. Sim, o profeta declarou: “Eu sou o homem que viu a aflição pela vara do furor de Deus” (Lm. 3:1). Jeremias […]
23 de abril de 2020

“Cuidado com a ira”

“Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus” (Tiago 1:20) Uns mais, outros menos, porém todos nos pegamos irados em algum momento. Circunstâncias da vida e coisas que pessoas falam ou fazem nos irritam, podendo nos tirar do sério, e é exatamente aí que está o problema. Por vezes, ao invés de orarmos, rogarmos a Deus sabedoria e aguardarmos que a ira passe, para só então pensar no que fazer, nos precipitamos, agimos com a “cabeça quente” e, então, falamos ou fazemos coisas que não expressam a justiça que Deus exige; a tendência da ira humana não é produzir um curso reto da vida em amor à verdade. Expressões como “Não levo desaforo pra casa” não são próprias de um verdadeiro cristão, de alguém que sabe que é pecador e que deve amar ao próximo como a si mesmo. Aprendamos a controlar nossos sentimentos para que não […]
22 de abril de 2020

“Revesti-vos com toda armadura de Deus”

“Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.” (Ef. 613) Você consegue compreender o ensino e as verdades contidas nesse verso? O verbo: “tomar” fala sobre uma ordem que deve ser cumprida de forma plena e imediata. Sobre este verbo a Chave Linguística traz a seguinte informação: “A palavra era usada como termo técnico militar descrevendo a preparação final necessária antes do inicio da batalha”. O verbo: “possais” no original é um subjuntivo aoristo. A compreensão disto é importante, pois como o modo subjuntivo indica probabilidade e o aoristo algo acabado, pontilhar. A compreensão da teologia implícita aqui mostra que esta probabilidade se tornará real, caso você tome a armadura de Deus. Possais o que? Resistir. Este verbo também indica uma ação acabada. E esta ação está condicionada a tomar a armadura de Deus Resistir quando? […]
21 de abril de 2020

“Somos peregrinos (6)”

Somos peregrinos! Um tremendo privilégio para todo cristão. Porém, a peregrinação um dia findará e, para sempre deixaremos de peregrinar e, então estaremos eternamente com Deus. Ao mesmo tempo que começa a peregrinação, os filhos de Deus recebem também um novo status. “Portanto, vocês já não são mais estrangeiros nem forasteiros, mas concidadãos dos santos e membros da família de Deus” (Ef. 2.19). Estrangeiros e forasteiros expressam que não são residentes permanentes, mas apenas estão como que de passagem neste mundo. Somos peregrinos! E isto deve trazer à nossa lembrança que nada levaremos deste mundo. Devemos ajuntar tesouros, sim, mas tesouros nos céus. “Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam” (Mt. 6.20). E enquanto estivermos peregrinando neste mundo devemos dar o nosso testemunho firme e fiel como filhos de Deus. “Sejam sábios no procedimento […]
20 de abril de 2020

“Agindo eu, quem o impedirá?”

“Ainda antes que houvesse dia, eu era; e nenhum há que possa livrar alguém das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?” (Isaías 43.13) No contexto da passagem lida o Senhor apresenta-se como o libertador de Israel, ao longo do texto o Deus soberano relembra a forma como sustentou os antepassados deste povo e compromete-se a continuar agindo em favor daqueles que nele depositarem confiança. Este é sempre um desafio para o coração vacilante, pois basta o homem vislumbrar algum êxito e logo o seu coração vaidoso arroga para si a vitória. Mas têm também aqueles que institivamente, a exemplo do avestruz, que se vendo ameaçados pelas circunstâncias enfiam a cabeça no buraco. A respeito de tudo o que foi dito observe: “Ainda antes que houvesse dia, eu era”. Isto é simplesmente maravilhoso, pois fica claro que a situação de prostração de Israel não define o Senhor, visto que Ele […]
18 de abril de 2020

“Sacrifício aceitável a Deus”

“Pela fé, Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício do que Caim; pelo qual obteve testemunho de ser justo, tendo a aprovação de Deus quanto às suas ofertas. Por meio dela, também mesmo depois de morto, ainda fala.” (Hb. 11.4) Abel é conhecido na história bíblica como um herói. Nas histórias em quadrinho, um herói é sempre alguém que é dotado de superpoderes, capaz de fazer coisas que pessoas comuns não conseguem fazer. Essa definição se aplica, num certo sentido, a pessoa de Abel. Embora ele não tivesse superpoderes, ele conseguiu fazer algo que pessoas comuns não conseguem, isto é, oferecer a Deus um sacrifício excelente e aceitável. O que coloca Abel na galeria dos heróis da fé não são os seus superpoderes, mas sim, o fato de adorar a Deus da forma como ele é digno de ser adorado. Enquanto Caim, seu irmão perverso, aproximou-se de Deus com um […]
17 de abril de 2020

“Obediência – o segredo para vida bem sucedida”

“Andareis em todo o caminho que vos manda o SENHOR, vosso Deus, para que vivais, bem vos suceda, e prolongueis os dias na terra que haveis de possuir.” (Dt. 5.33) A Bíblia, que é a vontade de Deus revelada, foi entregue a nós, cristãos, com uma série de promessas, recomendações, conselhos, exortações, e também, ordens, que nos dizem PARA e COMO obedecer ao Senhor. No verso em destaque, por exemplo, temos uma dessas ordens. Preste atenção nela e veja o PORQUÊ Deus ordena a obedecê-lo: “para que vivais, bem vos suceda, e prolongueis os dias na terra que haveis de possuir”. É verdade que, por natureza, não gostamos muito quando alguém nos diz o que fazer. Pois, a sensação que nós temos, é de que estão tentando nos controlar. No entanto, não é essa a intenção de Deus. Ele não tenta nos controlar… Até porque, Ele é soberano e, como […]
16 de abril de 2020

“Abaixo a ignorância!”

Em Efésios 4:17-18 está escrito assim: “Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos, obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração,” O apóstolo Paulo fez um protesto contra a teimosa insistência de alguns cristãos em andarem nos caminhos nos quais andaram antigamente, antes de se converterem a Cristo. Caminhos esses nos quais andavam os não-cristãos. Ele citou isso no cap. 2 verso 2: “os quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência;”. O apóstolo protestou mesmo, afinal, implorou dizendo: “não mais andeis como também andam os gentios”. Os cristãos de Éfeso tinham de parar de terem um comportamento como se ainda fossem estranhos à vida cristã. Tinham […]
15 de abril de 2020

“A importância de proteger o coração e a boca”

“As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na tua presença, SENHOR, rocha minha e redentor meu!” (Salmo 19.14) Há basicamente duas coisas que eu gostaria que você pensasse agora. A primeira delas é se você se preocupa com as palavras que saem da sua boca. Você costuma medir as suas palavras, pensar antes, considerar a utilidade, benefício ou prejuízo que aquilo que você diz pode trazer? A segunda é a seguinte: Você tem plena consciência de que, em todo momento, está na presença do SENHOR, aquele que é o Rei dos reis, SENHOR dos Senhores, Criador dos céus e da terra? No texto de hoje encontramos o salmista manifestando o seu desejo de que tudo que estivesse no seu coração e todas as suas palavras fossem, antes de tudo, agradáveis a Deus, e este desejo é fruto de seu amor por Ele. O salmista […]
14 de abril de 2020

“Somos peregrinos (5)”

Somos peregrinos neste mundo. E, como deve ser o modo de vida do peregrino neste mundo? “Vivam entre os pagãos de maneira exemplar para que, mesmo que eles os acusem de praticarem o mal, observem as boas obras que vocês praticam e glorifiquem a Deus no dia da sua intervenção” (1Pe 2.12). Há, nesse versículo, lições preciosas que todo peregrino cristão deve aplicar à sua vida. 1. “Vivam entre os pagãos de modo exemplar”. Deus não chamou Seus filhos para que vivessem isolados da sociedade. Eles devem viver “entre os pagãos”. É um chamado para viver no meio de uma sociedade corrompida pelo pecado, sob a influência de princípios, costumes que são totalmente contrários aos ensinamentos da Palavra de Deus. Viver tem a ideia de conduta, comportamento. O modo de vida do peregrino cristão deve ser, em tudo e em todas as coisas, conforme o padrão bíblico. “Assim brilhe a […]
13 de abril de 2020

“Andar com Deus”

“Andou Enoque com Deus e já não era, porque Deus o tomou para si.” (Gênesis 5.24) Há muitas pessoas que conseguem viver muitas faces num mesmo dia. Quando estão com seus familiares agem de uma forma, na presença dos amigos se transformam em outra pessoa, ao entrar na igreja, como que num piscar de olhos, mudam sua conduta, e assim, como um camaleão vão de adaptando de acordo com o ambiente. Isso acontece porque falta o entendimento de que existe um Deus que tudo conhece e tudo sabe. Talvez o que essas pessoas não sabem, é que para Deus tudo está claro e patente. Não há nada que possa ser escondido ou ocultado do Senhor. As várias faces vividas num único dia podem até enganar as multidões, mas não podem enganar aquele que sonda os corações e que conhece nosso íntimo mais profundo. Não se trata de como andamos diante […]
11 de abril de 2020

“Calma, Deus está no controle!”

“Abençoou ele a Abrão e disse: Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, que possui os céus e a terra;” (Gênesis 14.19) Alguém já disse que o homem sofre da síndrome da soberania reprimida, ou seja, da vontade de querer ser Deus. Acontece que uma simples mudança no curso natural da nossa vida já pode ser o suficiente para nos destronar. Desta forma, compete a nós aquietar e buscar no Deus soberano a resposta para as inquietações do nosso coração. Você não é fruto do acaso, o Criador do céu e da terra está no controle. Abrão que posteriormente passou a ser chamado de Abraão ficou conhecido na história de Israel pela forma como confiou no Deus soberano ao ponto de lançar-se no desconhecido crendo em quem estava no controle. Moisés registrou que sem saber para onde ia, em obediência à ordem do SENHOR, Abraão simplesmente levantou-se e foi. Teria Abrão […]
10 de abril de 2020

“Orai sem cessar” (1 Ts. 5.17)

Orai sem cessar (v.17). Em outras palavras é orai constantemente. A palavra grega usada aqui é o termo mais comum encontrado no NT para “oração”. Ele refere-se a todo tipo de oração: dar graças, confissão, pedido, intercessão, louvor, etc. Com isso Paulo nos chama a atenção para algumas verdades essências, a saber: 1 – A oração não pode ser considerada, por nós cristãos, como uma atividade ocasional, antes, ela precisa ser entendida como um MODO DE VIDA marcado pela devoção constante. Nós cristãos precisamos estar constantemente em intimidade com nosso Deus através da oração – precisamos orar sem cessar! 2 – Paulo nos entrega um imperativo, ou seja, uma ordem. Assim, oração não é luxo, ou ainda, uma carta escondida dentro da manga, mas uma necessidade constante para o bem estar do crente. Orar é agarra-se a Deus, e isso precisa ser feito constantemente – sem cessar! Por ser uma […]
9 de abril de 2020

“Seus ladrões da minha paz, saiam logo daqui!”

“Nos muitos cuidados que dentro de mim se multiplicam, as tuas consolações me alegram a alma.” (Salmo 94:19) O salmista fez uma confissão muito interessante e corajosa. Admitiu que tinha muitas dúvidas e preocupações. Admitiu que ficava muito ansioso. Disse que tudo isso se multiplicava dentro dele. E que tudo isso, em vez de passar, de acabar, aumentava e aumentava. Todavia, ele era muito grato a Deus porque jamais se sentira desamparado. Entendia e sentia que Deus lhe dava alívio. É como se ele estivesse com tantas feridas abertas pelo seu corpo e Deus soprasse lhe dando alívio. Tinha problemas? Tinha muitos. Todavia o descanso que Deus lhe dava era muito maior. Sabe quando você fica de cara fechada, com um semblante amarrado e triste? Quanto o desânimo te abraça não querendo te soltar? De repente alguém vem e consegue te fazer dar um sorriso e consegue te desarmar. É […]
8 de abril de 2020

“A minha graça te basta”

“Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte” (2 Coríntios 12.10) O Apóstolo Paulo, do versículo 7 em diante, fala de um espinho na carne que muito lhe incomodava. Ele pediu três vezes a Deus que o afastasse dele, porém a resposta de Deus ao pedido foi: “a minha graça te basta”. Diante desta resposta, ao invés de reclamar, o Apóstolo diz que de boa vontade iria se gloriar nas fraquezas para que o poder de Cristo estivesse sobre ele. É neste contexto que encontramos o texto de hoje. Aqui, Paulo declara que tem prazer “nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias”. Quando Paulo fala de fraquezas, está se referindo a tudo aquilo que traz debilidade, principalmente enfermidades. Quando fala de injúria, está se referindo a afrontas que […]
7 de abril de 2020

“Somos peregrinos (4)”

A ideia de sermos peregrinos é desafiadora. Nada deveria nos prender a este mundo e nada deveria nos afastar dos caminhos dos Senhor. O apóstolo Pedro exortou seus leitores, dizendo: “Amados, insisto em que, como estrangeiros e peregrinos no mundo, vocês se abstenham dos desejos carnais que guerreiam contra a alma” (1Pe 2.11). O peregrino cristão jamais deve se esquecer que está, apenas de passagem neste mundo. Todavia, não está isento dos perigos e influências do mundo. O peregrino trava, em toda a sua peregrinação, uma intensa batalha contra a sua natureza pecaminosa, contra o mundo. Não há trégua nessa batalha e, além de intensa, ela é tremendamente desgastante, pois é travada no interior de cada um. “Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem […]
6 de abril de 2020

“Que é a vossa vida?”

“Atendei, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos, e teremos lucros. Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa. Em vez disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, não só viveremos, como também faremos isto ou aquilo” (Tiago 4.13-15). O Convid19 te assusta? Com toda certeza a maioria das pessoas está alarmada com o que tem acontecido nesse momento. Um fator interessante é que ao iniciar o ano os países normalmente fazem suas projeções para o PIB, entretanto fatores adversos podem mudar todo o cenário. Tiago adverte sobre esta postura, quando fala a respeito da soberania de Deus. Aliás, esse era um fator com o qual as pessoas para quem Tiago escreveu revelavam bastante dificuldade, ou seja, de compreender a ideia da […]
4 de abril de 2020

“Servir a Deus”

“Porém, se vos parece mal servir ao SENHOR, escolhei, hoje, a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais que estavam dalém do Eufrates ou aos deuses dos amorreus em cuja terra habitais. Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR.” (Josué 24.15) Jamais seremos capazes de compreender como a idolatria é um pecado ofensivo a Deus. A idolatria nada mais é do que inventar um deus, atribuir a ele poderes, e pior do que isso, lhe dedicar honras, glórias e louvores por coisas que esse ídolo não fez. Essa era a situação de Israel registrado no livro de Josué capítulo 24. Josué diz ao povo que se parecia mal servir ao Senhor, então que o povo escolhesse entre os deuses da época passada, quando habitavam no Egito; ou os deuses dos povos que habitavam Canaã. No entanto, ele e sua casa serviriam ao Senhor. Israel caminhou 40 […]
3 de abril de 2020

“Alegrai-vo sempre” (1 Ts. 5.16)

Qual é a vontade de Deus para minha vida? Você já se fez essa pergunta nesses dias de confinamento? Como nós, como cristãos, devemos agir e nos comportar diante dessa difícil situação que nos cerca? O que Deus requer de nós nesse momento? É possível que você já tenha feito uma dessas perguntas nos últimos dias. Se já fez, gostaria de ajudá-lo (a) a responder olhando para o texto de 1ª Tessalonicenses 5.16, através do qual o apóstolo Paulo nos mostra qual é a vontade de Deus para nós, não apenas diante da atual circunstância, mas para todas as ocasiões da vida. O texto bíblico em questão nos traz, em meio a uma série de exortações práticas, uma muito especial que deve nos acompanhar constantemente, como passo a destacar aos irmãos e irmãs, a saber: “alegrai-vos constantemente”. – Alegrai-vos constantemente. A Bíblia não é cega quanto à realidade da vida […]
2 de abril de 2020

“Pratique o que é bom”

“Amado, não imites o que é mau, senão o que é bom. Aquele que pratica o bem procede de Deus; aquele que pratica o mal jamais viu a Deus.” (3ª João v. 11). A terceira epístola escrita pelo apóstolo João fala sobre três homens que congregavam na mesma Igreja. Os nomes deles eram Gaio, Diótrefes e Demétrio. Acontecia o seguinte: Gaio era um homem bom e gostava de receber em sua casa todos os missionários ou outros cristãos que passavam pela sua cidade e pela igreja. Diótrefes, por sua vez, não recebia ninguém na sua casa e ainda recebia muito mal na igreja. Condenava quem da igreja fizesse igual a Gaio e como líder que era até expulsava da igreja quem contrariasse sua opinião e ordem. Já Demétrio no meio dessa situação embaraçosa optou por seguir o exemplo de Gaio e também receber os irmãos com carinho e alegria. A […]
1 de abril de 2020

“Como você está usando a sua vida?”

“E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo…” (Hebreus 9.27) O texto de hoje nos lembra que morremos uma vez só, que aqui temos uma única vida e não haverá outra oportunidade de passarmos por esta terra. Esta vida passa muito rápido. Tiago a compara a uma neblina: “Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa” (Tiago 4.14). A grande questão, portanto, é: como estamos usando esta vida, que é única? Trabalhando, estudando e nos divertindo? Estas coisas são boas, mas não são tudo. Será que viemos a este mundo pra correr atrás de coisas? E Deus, onde entra nesta história? O texto de hoje não só nos diz que temos uma vida apenas, mas diz também que depois dela vem o juízo. Eu e você […]
30 de março de 2020

A Obra da Santíssima Trindade na vida dos Eleitos (Efésios 1. 3-14)

Leia o Texto Sagrado As Escrituras nos dizem que Deus nos abençoou com todas as sortes de bênçãos nas regiões celestiais em Cristo. O Senhor ressuscitou dos mortos e está assentado à direita do Pai “nos lugares celestiais” de onde governa todas as coisas para o bem da igreja (cf. Romanos 8.29). A nossa eleição fora antes da fundação do mundo, e teve como finalidade o “sermos santos e irrepreensíveis diante dEle”. O texto de 2 Coríntios 6. 17-18 diz: “por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei. Serei vosso Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso”. Aqui temos o motivo de nossas vidas: sermos pessoas corretas, cumpridoras da lei de Deus. Deus apenas não nos elegeu, o texto fala que em amor Ele nos predestinou para Ele, para sermos seus filhos. Aqui […]
28 de março de 2020

“Somos peregrinos (3)”

Jacó também foi um peregrino, assim como seu avô Abraão. Sua peregrinação começa de um modo estranho, pois ele precisa fugir de sua casa, para não ser morto pelo seu irmão Esaú. Ele havia enganado o seu irmão e o seu pai. Ele provocou a ira de Esaú, quando fingiu ser o seu irmão e recebeu a bênção do seu pai, Isaque. Então ele vai para a casa da família de sua mãe, em Padã-Arã. Durante sua fuga, ele tem um sonho, no qual Deus lhe faz uma promessa: “Estou com você e cuidarei de você, aonde quer que vá; e eu o trarei de volta a esta terra. Não o deixarei enquanto não fizer o que lhe prometi” (Gn. 28.15). Depois de alguns anos Jacó retorna à sua casa paterna. Há um momento tenso no encontro com seu irmão Esaú, pois ele temia que seu irmão ainda nutria sentimentos […]
27 de março de 2020

“Bem, a minha resposta é…”

“Bem aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos.” (Sl. 128:1) – Pai você é feliz? Perguntou certa vez o meu filho de 9 anos. Depois de pensar por alguns segundos, respondi: – Sim, filho. Claro que sou! Logo na sequência, ele fez outra pergunta: Mas, o que é felicidade, pai? No filme que ficou famoso pelo mundo inteiro, intitulado À procura da Felicidade, estrelado pelo excelente ator norte-americano Will Smith, vemos que a felicidade é relacionada e condicionada ao bem-estar físico e material. Muito embora o conforto seja algo bom, não negamos isso, mas, não podemos resumir a felicidade apenas ao bem-estar físico e material. Penso que isso seria diminuir o significado e o real sentido da felicidade. De acordo com o texto em questão, podemos destacar alguns aspectos. O primeiro aspecto a ser observado é que o salmista fala a respeito da vida do indivíduo […]
17 de abril de 2020

“Uma análise autoral, histórica, política, socioantropológica e psíquica de primeira Pedro”

“Uma análise autoral, histórica, política, socioantropológica e psíquica de primeira Pedro” (Parte 1 de 2) Introdução A primeira carta do Apóstolo Pedro chama-nos à reflexão daquilo que somos em Cristo Jesus. Somos eleitos de Deus, estamos neste mundo como peregrinos. O mundo, ou seja, o sistema que reina no mundo odeia a Igreja de Cristo e tudo o que ela representa. E como tal, persegue os santos. Quando Pedro escreveu sua primeira carta o Império Romano ainda não perseguia de forma oficial o cristianismo, entretanto, já havia discriminação por parte da população contra aqueles que viveram antes um tipo de vida desregrada e agora viviam de forma que agradavam a Deus. A carta fala sobre a perseverança que os santos devem ter, fala sobre o testemunho que os cristãos, apesar de tudo que lhes ocorrem, precisam dar. O entendimento correto de tudo o que acontece é algo vital para o […]
17 de abril de 2020

“A IGREJA FOI CONVOCADA POR DEUS”

“A Igreja foi convocada por Deus” (JUDAS 3, 4)   Sermão pregado no Culto dos 80 anos da IPCB INTRODUÇÃO Judas, o irmão de Jesus, escreveu esta carta com o objetivo de prevenir as igrejas contra os falsos mestres que já se infiltravam sutilmente nela. Muito embora seja esta carta uma das mais negligenciadas no NT, Judas traz uma importante contribuição à igreja cristã de todas as épocas. Entre outras coisas, Judas alerta sobre as consequências de se abandonar a verdade e convida a cerrar fileiras contra toda deturpação moral e doutrinária. Com base no texto lido queremos hoje falar a respeito do fato de que a Igreja foi convocada por Deus. EM PRIMEIRO LUGAR A IGREJA FOI CONVOCADA PARA UMA GUERRA. Não fomos chamados para o descanso, pelo menos não ainda, este virá na vinda de Cristo. Alguns parecem viver como em um resort ou spa. Estes buscam uma […]
17 de abril de 2020

“Uma igreja em boa ordem cultua com ordem e decência”.

PALAVRA DO PRESIDENTE   “Uma igreja em boa ordem cultua com ordem e decência”. (Parte 3) 1ª Coríntios 14.40 No último número do nosso jornal falamos sobre o lugar da música no culto e pudemos ver quão importante é escolher a música adequada com a letra adequada. Queremos destacar que o momento de cântico, chamado por alguns de momento de louvor (algo que empobrece em muito o significado da palavra “louvor”), não é o lugar adequado para as chamadas ministrações que acabam por criar uma liturgia paralela. Dando sequência às nossas considerações sobre o fato de que Uma Igreja em Boa Ordem Cultua com Ordem e Decência, trataremos neste texto a respeito do lugar dos sacramentos no culto. 1.5. O Lugar dos Sacramentos no Culto Público Os sacramentos são elementos de adoração, são sinais e selos do pacto da graça, que solenemente envolvem os cristãos no serviço de Deus em Cristo […]
17 de abril de 2020

Ministério Pastoral: “O chamado de Deus para um homem viver, sofrer e morrer prazerosamente por amor a Cristo e ao Evangelho”.

Ministério Pastoral: “O chamado de Deus para um homem viver, sofrer e morrer prazerosamente por amor a Cristo e ao Evangelho”.  “Porém em nada considero a vida preciosa para mim mesmo, desde que eu complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus para testemunhar o evangelho da graça de Deus.” Atos 20:24 Introdução O ministério pastoral é um dom, uma dádiva de Deus concedida à sua igreja. Segundo Paulo, Deus ao dar o dom do pastorado visa ao “aperfeiçoamento dos santos”, “a edificação do corpo de Cristo”, “à unidade da fé”, ao “pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita maturidade cristã, a estatura, a semelhança de Cristo Jesus nosso Senhor”. A semelhança de Cristo é o alvo último e supremo do trabalho ministerial. A disposição do ministro de viver, sofrer e morrer prazerosamente do ministério tem como motivação o amor a Cristo e sua glória […]
13 de janeiro de 2020

“Uma Igreja em boa ordem cultua com ordem e decência” (Parte 3)

No último número do nosso jornal, dando sequência às nossas considerações sobre o fato de que Uma Igreja em Boa Ordem Cultua com Ordem e Decência, falamos so­bre as partes que compõe o culto e comentamos as pri­meiras delas. Prosseguiremos agora falando a respeito de outra das partes do culto, a música. 1.4. O Lugar da Música no Culto Público Qual o propósito da música no culto? Por certo não é agradar pessoas, promover entretenimento ou preen­cher espaços na liturgia. A música tem como objetivo render a Deus ação de graças e louvar; tem como obje­tivo também o de instruir o povo de Deus; serve ainda ao propósito de preparar o povo de Deus para o ponto alto do culto que é a pregação e depois dela responder a Deus pela Palavra recebida. Estas coisas mostram tanto a importância da letra quan­to da melodia. As palavras vêm em primeiro lugar […]
30 de outubro de 2019

HISTÓRICO: “REV. EDIVAL JOSÉ VIEIRA, SUA VIDA E MINISTÉRIO”

Nascimento e infância – Nasci no dia 18 de agosto de 1946, portanto, completei 73 anos de idade. Meus pais, José Joaquim Vieira e Angelina Maria Vieira, ambos falecidos, tiveram três filhos, eu sou o do meio, o primogênito Nelson José Vieira e a caçula Cacilda Vieira, já falecida. Nasci na fazenda de meu avô paterno, Joaquim Benedito Vieira, na conhecida Serra da Barba de Bode, município de São João da Mata, MG. Com a morte de meu avô, a sede da fazenda ficou para meu pai, onde passei minha infância, cresci, até a minha ida para o Seminário. Vida estudantil (primária) – Fui alfabetizado, juntamente com o meu irmão Nelson, na Escola Rural Pedra do Navio, que funcionava na casa da fazenda do sr. João Garcia Neto. Nossa primeira professora era a filha do referido fazendeiro e se chamava Antonieta Garcia. O primeiro ano do chamado Curso Primário, eu […]
30 de outubro de 2019

Será que na relação intratrinitária teríamos exemplos para uma boa convivência entre os homens?

Como devo pensar política? Como devo pensar a relação em família? E quanto ao meu trabalho? A preocupação da filosofia política consiste nis-to: como nossa sociedade é organizada? Ela tem funcionado? Qual o critério para avaliarmos se funciona bem ou não? A liberdade individual é algo inegoci-ável em uma sociedade, no entanto, creio que esta liberdade para ser vivida de forma responsável deve estar subordinada a mecanismos que delimitem o uso devido desta liberdade, para que não ponha barreiras na liberdade dos outros. Todavia, é óbvio que quando falo de liberdade parto do pressuposto que esta liberdade tem que vir de algum lugar, ou seja, o conceito de liberdade que advogo é uma liberdade que esteja submissa à Lei de Deus. E, por ser assim, o objetivo deste trabalho é ver se temos na relação que há entre as Pessoas da Santíssima Trindade, algo que seja luz para nossa relação […]
30 de outubro de 2019

“Uma Igreja em boa ordem cultua com ordem e decência” (1ª Coríntios 14.40) (Parte 2)

“UMA IGREJA EM BOA ORDEM CULTUA COM ORDEM E DESCÊNCIA” (Parte 2) (1ª Coríntios 14.40) No último número do nosso jornal começamos a considerar sobre o fato de que Uma Igreja em Boa Ordem Cultua com Ordem e Decência. Prosseguiremos agora falando a respeito das partes do culto. Quais as Partes que Compõe o Culto Uma das dificuldades do culto hoje é que não temos no Novo Testamento prescrições claras sobre como deve ser o culto. No Antigo Testamento temos estas prescrições, porém, ainda que muitas ainda sirvam como princípios já não servem como prática, pois tinham como propósito apontar para a vinda de Cristo, o que já aconteceu. Ainda que o Novo Testamento não traga prescrições claras traz os elementos que devem fazer parte do culto, elementos estes que são aquelas atividades determinadas pelas Escrituras nas quais o povo de Deus reunido se engaja com o propósito de adorá-lo […]
11 de julho de 2019

“Uma Igreja em boa ordem cultua com ordem e decência” (1ª Coríntios 14.40)

A Igreja Presbiteriana Conservadora do Brasil (IPCB) promoveu um encontro de líderes no ano de 1996 quando, dentre outros assuntos, discutiu-se acerca da liturgia. Este encontro produziu um documento que no ano seguinte foi ratificado pelo Sínodo em sua XII Reunião Ordinária como segue: A liturgia são as diversas partes de que consta o culto a Deus. O culto, em conjunto ou público, é o encontro de Deus com o Seu povo. Crentes vêm a Seu convite e são bem-vindos à Sua presença. Deus fala através da invocação, da leitura da Palavra, do sermão e da bênção. Os fiéis respondem com cânticos, oração e confissão de fé. O culto litúrgico é o momento no qual se estabelece uma relação vertical – entre Deus e o adorador – diferenciando-se das demais reuniões do povo de Deus, como escolas dominicais, estudos bíblicos, palestras, debates, comemorações, etc., em que essa relação é essencialmente […]
11 de julho de 2019

“Quais os deveres dos Presbíteros?” (1ª Pedro 5.1-4)

Nestes versos, Pedro se dirige especificamente aos que têm responsabilidades especiais na Igreja. Barclay falando a respeito da função do cargo de ancião traz as seguintes considerações: “A função de ancião tem um pano de fundo judeu. Os judeus fazem remontar a origem da função de ancião aos dias em que os filhos de Israel estavam atravessando o deserto rumo à Terra Prometida.” (BARCLAY, data não informada, p. 150). Quais as funções que as Escrituras estabelecem nestes versos para os presbíteros? Lembrando sempre que o pastor da igreja também é um presbítero. OS PRESBÍTEROS DEVEM PASTOREAR O REBANHO DE DEUS (vv. 1-2a) Pedro começa o verso reconhecendo que entre os santos havia presbíteros, isto é importante, pois já demonstra que na Igreja havia uma pluralidade de presbíteros, ou seja, um conselho. Se alguns atentassem para isto veriam que a ideia de não se ter presbíteros na igreja atenta contra a […]
11 de julho de 2019

“A Doutrina da Suficiência das Escrituras”

A doutrina reformada da suficiência das Escrituras ensina que a Palavra de Deus é completa e suficiente. Por esta razão, não há necessi-dade de acréscimos de qualquer natureza à Bíblia. Esta doutrina confere à Escritura o lugar de honra e autoridade que lhe é devido. Não só isto, mas ressalta a sabedoria e perfeição da revelação divina, uma vez que mostra que Deus revelou de maneira perfeita e completa a sua vontade. O Senhor não nos deu uma revelação parcial, incompleta ou fragmentada. Apesar de a doutrina ser óbvia, já que, sendo Deus perfeito em seu ser e em suas obras, a revelação jamais poderia ser incompleta, muitas são as doutrinas e práticas de determinados grupos pseudo-cristãos que a sacrificam. Pretendo, com este breve estudo, apresentar alguns destes grupos heréticos. Antes disso, irei mostrar o fundamento bíblico-teológico-histórico da doutrina. Desta forma, conhecendo os pilares desta doutrina escriturística e identificando as […]
20 de abril de 2019

“Guarda o Coração”

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Pv. 4:23). É perceptível o grande crescimento numérico de pessoas preocupadas com o bem-estar físico. Nas academias, parques e até mesmo nas ruas encontramos muitas pessoas se exercitando diariamente. Pessoas de todas as idades têm se esforçado para ter um corpo saudável, o que é muito bom. Mas a questão que desejo levantar nessa edição do “O Presbiteriano Conservador” é se tem havido preocupação semelhante com a saúde espiritual. Como cristãos, quanto temos nos esforçado para crescermos em santidade e piedade? Quanto dos nossos esforços, tempo e até mesmo recursos financeiros têm sido investidos em nossa saúde espiritual? No texto destacado, o escritor de Provérbios (Salomão cf. Pv 1.1), como um pai amoroso e zeloso pelo seu filho, nos instrui a cuidarmos do nosso coração. Ele não estava falando sobre o órgão que […]
20 de abril de 2019

“Cristo, Exemplo de Humildade que Gera as Atitudes que o Cristão deve ter para que haja Unidade na Igreja”

Uma análise dos princípios que há em Filipenses 2. 5-11 Rev. Jaziel Cunha INTRODUÇÃO Deus protege o humilde e o livra. Ele ama e consola o humilde; ao humilde ele se inclina; ao humilde Ele dá grande graça; e depois de sua humilhação ele o levanta. Ao humilde dá graça e o atrai a si docemente, e o convida a si. O humilde, embora sofra confusão está, contudo, perfeitamente em paz, pois des-cansa em Deus e não neste mundo. Clory Trindade de Oliveira em seu artigo que fala sobre as Circunstâncias históricas que motivaram a desunião diz o seguinte: A história da Igreja Cristã sempre tem apresentado momentos de maior fidelidade e vitalidade, em alternância com momentos de infidelidade e declínio espiritual. Todavia, em nenhum destes momentos é lícito falar em termos absolutos. Jamais houve um momento de absoluta fidelidade, sem que erros e fraquezas a marcassem, assim como jamais […]
20 de abril de 2019

“A Identidade de Gênero e a Igreja”

Por Rev. Ronaldo P. Mendes O QUE SE ENTENDE POR IDENTIDADE DE GÊNERO?Podemos dizer que a identidade de gênero é o modo como o indivíduo se identifica com o seu gênero. É como a pessoa se reconhece: homem, mulher, ambos ou nenhum dos gêneros. É a maneira individual e interna de viver o gênero, que pode ou não corresponder ao sexo biológico. O que determina a identidade de gênero é a maneira como a pessoa se sente e se percebe, assim como a forma que esta deseja ser reconhecida pelas outras pessoas.A “identidade de gênero” pode ser medida em diferentes graus de masculinidade ou feminilidade, sendo que estes podem mudar ao decorrer da vida, de acordo com alguns psicólogos.Existem três principais tipos de identidade de gênero:O cisgênero (gênero binário): A origem da palavra vem do latim, onde o prefixo cis- significa “ao lado de” ou “no mesmo lado de”, fazendo […]
17 de janeiro de 2019

“Educação Cristã no Antigo Testamento, na Igreja Primitiva, na Idade Média e na Reforma Protestante”

EDUCAÇÃO CRISTÃ NO ANTIGO TESTAMENTO Conforme lemos no trabalho de Gildásio Jesus B. dos Reis sobre a educação no período vetero­testamentário para o Seminário Presbiteriano Rev. José Manoel da Conceição, o escopo princi­pal da educação daquele período era o de insti­lar na mente dos israelitas a centralidade da Lei de Deus em suas vidas, de modo que esta ocu­passe suas mentes e, assim, eles se distinguis­sem como povo santo de Deus. Um ponto fundamental dentro da educação dos hebreus era a concepção de que o ensino não deveria limitar-se à simples comunicação oral das verdades a serem conhecidas pelos ouvin­tes, mas era necessário que eles colocassem em prática aquilo que estavam aprendendo. Isto era tão forte entre eles que, segundo Reis, eles não podiam dizer que sabiam o que eles não faziam. Com a finalidade de glorificar a Deus, os isra­elitas eram instruídos a iniciar a educação no ambiente familiar. […]
17 de janeiro de 2019

“Uma Igreja em Boa Ordem se Mantém em Ordem (1 Reis 4)”

Salomão foi o terceiro Rei de Israel e assumiu um povo que já tinha passado por várias administrações, espe­cialmente levando em consideração os juízes, de Moi­sés a Samuel. Ele conhecia as promessas feitas por Deus a Davi, seu pai, e a ele próprio, obviamente. Estas pro­messas envolviam a garantia de uma dinastia duradou­ra e a sabedoria para conduzir este povo. Diante de tais promessas, sabe-se que Salomão estava prestes a governar um reino duradouro, destinado a dei­xar sua marca no mundo. Mais importante que isso, Deus está erguendo os fundamentos de um Reino superior, que jamais terá fim. A questão é: Como administrar um reino assim? E que lições pode-se tirar disso para a Igreja hoje? A primeira coisa que Salomão fez foi organizar o reino. Sabemos que, no capítulo 3 de I Reis, Deus permite a Sa­lomão escolher o que queria pedir de Deus e Salomão suplica por sabedoria. […]
24 de setembro de 2018

“Uma Igreja em Boa Ordem é uma Igreja que Evangeliza”

Pois não me envergonho do Evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego. Romanos 1.16 Antes de ascender aos céus, Cristo deixou suas últimas instruções aos discípulos. Nelas encontramos a grande comissão (Mateus 28.18-20) e a declaração de que eles seriam Suas testemunhas (Atos 1.8). A Igreja é uma comunidade adoradora, tendo como principal finalidade glorificar a Deus. Fomos chamados a adorá-lo. Uma coisa interessante a se notar é que a Grande Comissão se dá em um contexto de adoração.  Este é um detalhe que muitas vezes passa despercebido, porém quando Jesus deu aos seus discípulos a grande comissão, eles estavam adorando. Mateus 28.17 diz: “E, quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram”.  A narrativa de Mateus ilustra que a adoração comunitária fornece o fundamento sobre o qual o restante da Grande Comissão é edificado. […]
24 de setembro de 2018

“Como um Casal Cristão tem que se Portar”

Parte 2 de 2 DEVE VIVER A VIDA COMUM DO LAR (VERSO 7) Pedro usa um verbo aqui “morar, coabitar, viver” este verbo é um particípio com sentido imperativo presente ativo. Pedro estabelece aqui princípios É uma ordem Sua prática deve ser continua O homem é o sujeito responsável pela ação Este verbo implica em si várias possibilidades de tradução. Que quando são consideradas fala-nos de vários aspectos da vida do homem dentro de seu lar. Kistemaker em seu comentário diz: “Os maridos cristãos devem entender que, se seu casamento é construído sobre uma “fundação de amor”, o relacionamento mútuo entre marido e mulher se desenvolverá” (KISTEMAKER, 2006, p.170) Groningen na monumental obra Criação e Consumação I diz o seguinte: Deus trouxe a humanidade para sua família real. Ele não lhes concedeu sua deidade, ele os dotou com o privilégio e a responsabilidade de serem co-trabalhadores com ele nas tarefas […]
22 de junho de 2018

“Em uma Igreja que está em Boa Ordem, seus Membros sabem Viver e sabem Morrer”

Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. (2 Timóteo 4.7) O Apóstolo Paulo nos ensina muitas coisas em sua segunda carta a Timóteo. Ele nos encoraja a permanecer no amor por Cristo e na sã doutrina (2 Timóteo 1:1-2, 13-14). Exorta-nos a evitar as crenças e práticas ímpias e a fugir de qualquer coisa imoral (2 Timóteo 2:14-26). Paulo ensinou que no fim dos tempos haverá intensa perseguição e apostasia da fé cristã (2 Timóteo 3:1-17). O Apóstolo encerra com um apelo intenso para que os crentes permaneçam firmes na fé e terminem a corrida fortes (2 Timóteo 4:1-8). No texto em questão, Paulo nos ensina como viver e como morrer. Somos ensinados a viver, primeiramente, combatendo o bom combate. A vida cristã é frequentemente representada como uma guerra. Estamos o tempo todo lutando contra a carne, contra o mundo e contra o diabo. No capítulo 2, […]
22 de junho de 2018

“Como um Casal Cristão tem que se Portar”

Parte 1 de 2 Instruções sobre o mandato social. Teologia bíblica do cap. 3 da carta do Apostolo Pedro A conduta que Deus quer do homem e da mulher é manifesta nas Escrituras. O Senhor quer que tenhamos postura santa. Agostinho na sua obra A Predestinação dos Santos diz: Consideremos as palavras do Apóstolo e vejamos se nos escolheu antes da criação do mundo porque haveríamos de ser santos e irrepreensíveis ou para que o fôssemos. Diz ele: Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com toda a sorte de bênçãos espirituais, nos céus, em Cristo. Nele ele nos escolheu antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis. Portanto, não porque seríamos, mas para sermos. Assim, pois, isto é certo e evidente: seríamos santos e irrepreensíveis pelo fato de nos escolher, predestinando-nos para o sermos pela sua graça. (AGOSTINHO, 1999. p.61) […]
22 de junho de 2018

“A Ideologia de Gênero, Algumas Considerações”

O termo ideologia foi usado de forma marcante pelo filósofo francês Antoine Destutt de Tracy (1754-1836).  Este filósofo o empregou pela primeira vez em seu livro “Elementos de Ideologia” (1801) para designar o “estudo científico das ideias”. Destutt usou alguns métodos e teorias das ciências naturais (física e biologia) para compreender a origem e a formação das ideias (razão, vontade, percepção, moral, entre outras) a partir da observação do indivíduo em interação com o meio ambiente. Anos depois à publicação do livro de Destutt Tracy, o termo ideologia foi utilizado com outros significados. A “ideologia” passou a ser definida como um sistema de ideias, pensamentos e deduções de uma pessoa, de um grupo de indivíduos ou de uma época. Não é científico. A ideologia pode estar ligada a ações políticas, econômicas e sociais. Possui um sentido amplo e significa aquilo que seria ou é ideal. Foi o psicólogo e sexista […]
10 de Maio de 2018

“A Importância da Ética na Vida Pessoal e Familiar do Crente na Esfera da Sexualidade, Trabalho e Descanso”

INTRODUÇÃO Alguém certa vez falou: O mundo não odeia religião, odeia o Cristianismo. Como consequência deste ódio, o mundo rejeita toda uma leitura dos fatos que esteja baseada numa ótica judaico-cristã. Todo dia no rádio, na televisão, na fala de um professor universitário, ou em qualquer outro veículo, vemos a tradição e a cosmovisão Teísta, Neo e Vetero-Testamentárias sendo ridicularizadas. Neste trabalho, iremos ver um pouco da cosmovisão judaico-cristã a respeito do sexo, do trabalho e do descanso. Nosso pressuposto é revelacional, cremos que o Sagrado entrou na história do homem e se deu a conhecer a ele. Cremos que as Escrituras Sagradas do AT e do NT é a revelação do Sagrado. Ele se relaciona com suas criaturas. Seu desejo de criá-las teve intenção e se caracteriza pelo desejo de relacionamento. O Sagrado quer que suas criaturas desempenhem, de forma correta, um relacionamento amoroso e complementar Ele e elas […]
10 de Maio de 2018

“O caminho de Vitória de uma Igreja em Boa Ordem” (Josué 10.28-43)

Como sabemos, a pastoral aprovada em nossa última reunião ordinária da Assembleia Geral teve como título “Colocando a Igreja em Boa Ordem”. No último número de nosso jornal, com base no texto de Êxodo 18.21, abordamos algumas das qualificações dos líderes que Deus usa para alcançar tal objetivo. Hoje, queremos falar a respeito do caminho de vitória desta Igreja que está sendo colocada em boa ordem tomando como base Josué. Todos sabemos que Josué foi o escolhido de Deus para fazer o povo herdar a terra prometida (Josué 1.6). Também sabemos que ele obteve sucesso nesta tarefa, conforme Deus lhe havia prometido. Porém, houve um caminho a ser seguido para que as vitórias alcançadas viessem. Josué e o povo venceram grandes e poderosas nações (Josué 23.9). Eles destruíram a fortificada Jericó, livraram os Gibeonitas da mão de cinco reis, venceram na sequência sete reis e também o grande exército que […]
10 de Maio de 2018

“Rev. Antônio Gonçalves de Oliveira”

Uma palavra do Rev. Antônio Gonçalves de Oliveira contando um pouco de sua trajetória abençoada e toda conduzida pela providência divina. Suas tristezas, suas alegrias, seu ingresso no Seminário Presbiteriano Conservador, sua vida pessoal, etc, até 1999 quando se jubilou. Rev. Antônio, quando e onde o senhor nasceu? Nasci aos 5 dias do mês de julho de 1935 na cidade de Campo Grande/MS. Meus pais foram o senhor Eduardo José de Oliveira e a senhora Cecília Gonçalves de Oliveira. Todos os seus filhos foram esses: Davi, Lourival, Candelária, Heraldo, Maria de Lourdes, minha irmã gêmea que faleceu, Ricardo e Ronaldo. O senhor nasceu em Campo Grande/MS, mas ficou nessa cidade até sua ida para o Seminário? Não. Na época Campo Grande pertencia ao MT. Depois que minha mãe ficou viúva, nos mudamos para a casa da minha vó. Na verdade cresci na casa da minha avó Rosa em Coroados/SP. Foi […]
19 de abril de 2017

“A Reforma Protestante do Século XVI e os Desafios da Igreja no Século XXI”

A REFORMA PROTESTANTE DO SÉCULO XVI  E OS DESAFIOS DA IGREJA NO SÉCULO XXI O termo “Reforma” é usado por historiadores e teólogos para se referir ao movimento da Europa ocidental no século XVI e teve início com expoentes como Martinho Lutero, Huldrych Zwinglio e João Calvino que promoveram a reforma moral, teológica e institucional da Igreja cristã nessa região. A reforma teve questões sociais, políticas e econômicas envolvidas. Existia um interesse por parte de muitos líderes políticos de viverem livres das imposições do papado. Contudo, esses teólogos e outros, combateram o paganismo e apostasia da igreja romana, trazendo a igreja cristã de volta as Escrituras. Os reformadores enfrentaram muitos desafios, como abandono da Escritura, indulgências, idolatria, domínio da igreja através do papado, misticismo e paganismo que imperava naqueles dias e outros. Podemos dizer em suam que a Igreja Romana defendia naqueles dias: 1) Somente a Escritura e a Tradição; […]
2 de março de 2017

“O Que os Pais Cristãos Devem Saber sobre Batismo Infantil”

John P. Sartelle Ritual Sem Realidade Estive na grande catedral em Cidade do México. Embora não fosse domingo, o edifício enorme estava cheio de gente. Duas filas, aparentemente sem fim, avançavam ao longo dos corredores principais do santuário espaçoso. Delas vinham um coro ininterrupto de vozes. Cada fila era formada por casais que levam seus filhos. Centenas de bebês competiam para ver quem podia chorar mais alto! Enquanto o coro infantil ecoava pelas paredes da catedral, um casal passava rapidamente diante de um bispo no final de cada corredor. O bispo dizia algumas palavras e borrifava água sobre o bebê. Então o casal andava novamente e dava lugar à orgulhosa família seguinte. Assim o processo continuou dia a dentro enquanto visitantes, religiosos, paroquianos e casais iam e vinham. A maioria de nós tem observado, por vezes, tipos semelhantes de cerimônias religiosas vazias. Um evento que deveria ter grande importância e […]
2 de março de 2017

“O Crescimento da Igreja: Um desafio para nós”

REVERENDO JOSÉ PAULO BROCCO (Presidente da Assembleia Geral da IPCB)   O crescimento numérico da igreja é algo desejado por todos nós. Queremos ver a igreja crescendo, ampliando suas tendas e tornando-se forte e influente na sociedade. É muito comum ouvirmos orações que expressam o desejo de crescimento numérico, mas, também e, principalmente, na “fé”. Entendo que não é errado orar assim; todavia, às vezes, soam apenas como formalidade e não um desejo real de crescimento, seja em números ou na fé. Por que isso? Temos saído para lançar a semente das boas novas de Deus para o mundo? A igreja tem crescido e se fortalecido na fé? Ouvimos também comentários como: está muito difícil evangelizar em nossos dias; as pessoas não querem ouvir a mensagem de Deus e outros comentários. Porém, desde a entrada do pecado no mundo, houve algum momento que fosse fácil evangelizar? Pensemos um pouco na […]
2 de março de 2017

“O Deus que se revela predestina todas as coisas”

Rev. Welerson Alves Duarte A palavra “predestinação” soa quase como um palavrão para alguns, como se referisse mesmo a uma heresia. No entanto, a palavra ocorre na Bíblia diversas vezes. Alguns defendem a tese de que a predestinação, ou eleição, está baseada na presciência de Deus, ou seja, por saber de antemão o que vai acontecer Deus então elege ou predestina. Porém, para se conhecer algo que vai acontecer é preciso que já esteja determinado que aquilo ocorrerá. Quem poderia estabelecer algo de antemão para que Deus viesse a conhecer? Só Deus pode. A predestinação é particularmente atribuída ao Pai nas Escrituras (João 6:37,64,65; 17:6,9; At 4:28; Rm 8:29-30; 9: 11-13; Ef 1:5,11; 1Ts 5:9) e se refere especialmente a indivíduos e não a grupos no que diz respeito a salvação (Mt 24:24; João 6:37,39,44-45,65; 15:16; 17:2; At 13:48; Rm 8:29-30; 11:5,7,11,16,22,24; Ef 1:4,11; Fp 4:3; 2Ts 2:13; 2Tm 1:9 […]
2 de março de 2017

“Evangelização: O verdadeiro meio para o Crescimento da Igreja”

Rev. Sebastião M. Arruda Livra os que estão sendo levados para a morte, e salva os que cambaleiam indo para serem mortos. Se disseres: Não o soubemos, não perceberá aquele que pesa os corações? Não o saberá aquele que atenta para tua alma? E não pagará ele ao homem segundo as suas obras? (Pv 24:11,12) ... alguns ainda não têm conhecimento de Deus; isto digo para vergonha vossa  (I Cor 15:34b).   Ouve-se muito sobre crescimento da Igreja, sobre plano de expansão e sobre a volta de Cristo relacionada com a tarefa da evangelização. Sermões são pregados e livros são escritos sobre a importância da “paixão pelas almas” e assuntos do gênero. Essa é uma preocupação válida, e parece justo que ocupe o centro das discussões eclesiásticas. Afinal, a igreja é o verdadeiro agente do reino de Deus na terra e, como tal, deve preocupar-se com a expansão desse reino […]
2 de março de 2017

“A Igreja Evangélica Caminha Rapidamente para o Paganismo!”

A igreja evangélica do século XXI vive uma realidade distante do Evangelho, na sua maior parte! Ela não tem mais identidade certa, pode ser qualquer coisa, é uma “metamorfose ambulante”, utilizando do título de uma das músicas do Raul Seixas! Mas para ficar uma aplicação ainda mais adequada, teria que ser uma “metamorfose teológica”! O verdadeiro contraste entre as igrejas não é mais tradicional versus o contemporâneo, mas o bíblico contra o não bíblico.[1] Nunca cresceu tanto quanto nos últimos anos! É um crescimento positivo com impacto negativo na sociedade! O eterno é trocado pelos interesses temporais, imediatistas próprios da cultura pós moderna. Na realidade a igreja está adulterando com uma cultura pós crista! O misticismo, o paganismo fazem parte do cotidiano da igreja evangélica. Não existem mais demarcações claras entre o que é pregado na maior parte dos púlpitos daquilo que é defendido culturalmente! O contexto atual da igreja […]