“Bem Aventurados os Mansos”

“Um pouco de demonologia que o evangelho de Marcos traz”
9 de junho de 2019
“Ai de todos que insistem em seus pecados!”
11 de junho de 2019

“Bem Aventurados os Mansos”

“Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra” (Mateus 5.5)

Um dos efeitos mais devastadores do pecado na raça humana após o pecado de Adão e Eva foi a violência. O ser humano ao ser criado à imagem e semelhança de Deus recebeu uma capacidade distinta das demais criaturas de agir com a razão, com sobriedade, com serenidade e com habilidades reflexivas. Porém, logo após o pecado entrar na criação perfeita de Deus essa habilidade foi contaminada e a violência se tornou uma realidade. Em Gênesis 4, por exemplo, Caim violentamente matou o seu irmão porque foi incapaz de controlar a sua raiva movida pela inveja. E, desde então, a raça humana tenta lidar com a raiva, com a fúria e com o desejo de vingança pelos mais variados motivos.

No sermão do monte encontramos um glorioso ensinamento: “Bem aventurados os mansos”. Em outras palavras, felizes são aqueles que não se deixam levar pelo caminho da violência, da vingança e das reações agressivas em face aos desentendimentos da vida. Felizes são aqueles que são capazes de sabiamente suportar as afrontas e agir mansamente mesmo em território hostil. Felizes são aqueles que não são orientados pelos desejos perversos de ver o mal do próximo, ainda que seja inimigo, mas que guiado pelo Espírito Santo consegue de forma resignada suportar e seguir em frente.
Uma das virtudes mais excepcionais dos seguidores de Jesus é a capacidade recebida de não pagar o mal com o mal, antes pagar o mal com o bem. Não retribuir na mesma moeda é uma virtude que só pode ser cultivada por aqueles que aprenderam que a recompensa da mansidão se dá na eternidade, onde com Cristo se reinará para sempre.

Jesus afirmou nessa bem aventurança que os mansos são felizes porque herdarão a terra. Essa é uma clara referência a recompensa eterna daqueles que um dia passarão toda a eternidade com o Senhor.

Infelizmente muitas pessoas adoecem porque não conseguem agir mansamente. São pessoas explosivas que reagem rapidamente e impensadamente diante de uma circunstância hostil. Nos lembremos que o cidadão do reino dos céus não deve ser governado por sentimentos hostis, mas sim pelo Poder do Espírito que nos habilidade e capacita a agir como Jesus agiu. Olhe para o exemplo do Senhor que no auge da sua dor na cruz encontrou forças para pedir: “Senhor, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”. Esse é o modelo referencial que devemos seguir.

Oremos: Pai Amado, nos ajude a agir mansamente como o Senhor Jesus agiu. Que as nossas famílias, igrejas e trabalho sejam ambientes pacíficos formados por homens e mulheres que sob a influência do Espírito agem mansamente. Que os nossos olhos espirituais estejam atentos para o dia em que receberemos a maior de todas as recompensas, viver eternamente com o Senhor na Jerusalém celestial. Em nome de Jesus que oramos, amém.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Pr. Ricardo de Souza Alves