A EXPANSÃO DO REINO (Mateus 13.33)
1 de setembro de 2020
“Você importa com o seu próximo?”
3 de setembro de 2020

“Apostasia” (3)

O povo ficou em total silêncio. Depois, quando Elias apresenta uma proposta, o povo diz: “O que você disse é bom” (1Re 18.24). E, por fim, quando os falsos profetas apresentam seus sacrifícios a Baal e não houve nenhuma resposta, e após Elias apresentar o sacrifício a Deus e o Senhor aceitar o sacrifício, o povo diz: “O Senhor é Deus! O Senhor é Deus”! (1Re 18.39). Todavia, não foi uma confissão de fé no único e verdadeiro Deus. Podemos dizer que foi, apenas, uma constatação de um momento. Não houve mudança no povo, não houve arrependimento, nem confissão de pecado. A situação do povo era tão crítica que Elias, algum tempo depois, disse ao Senhor: “Tenho sido muito zeloso pelo Senhor, o Deus dos Exércitos. Os israelitas rejeitaram a tua aliança, quebraram os teus altares, e mataram os teus profetas à espada. Sou o único que sobrou, e agora também estão procurando matar-me” (1Re 19.14). “No entanto, fiz sobrar sete mil em Israel, todos aqueles cujos joelhos não se inclinaram diante de Baal e todos aqueles cujas bocas não o beijaram” (1Re 19.18). A apostasia pode ser intensa, mas Deus tem aqueles que Lhe são fiéis, em todos os tempos e sob quaisquer circunstâncias. O profeta Elias e os sete mil provam isso.

A declaração do povo, ao dizer: “O Senhor é Deus! O Senhor é Deus”! soa mais como uma declaração diante de um momento, do que uma afirmação de fé no único e verdadeiro Deus. Os profetas de Baal apresentaram seus sacrifícios, seguiram todos os seus rituais e, silêncio completo. “Mas não houve resposta alguma; ninguém respondeu, ninguém deu atenção” (1Re 18.29). Por que? Chega o momento de Elias apresentar o sacrifício ao único e verdadeiro Deus. “Então o fogo do Senhor caiu e queimou completamente o holocausto, a lenha, as pedras e o chão, e também secou totalmente a água na valeta” (1Re 18.38). Houve uma resposta e ela foi imediata. Deus é Deus.

Uma evidência da apostasia é que as pessoas ficam com o pensamento dividido e, é interessante pensar que, ter o pensamento dividido é sinônimo de não ter fé unicamente em Deus. Outra evidência é que qualquer um pode ser Deus, mas, isto não significa que o Deus escolhido pelas pessoas seja o Deus, o único e verdadeiro Deus.

O povo ficou em silêncio. O povo achou boa a palavra de Elias, pois, afinal, vamos saber quem é Deus, se é Baal ou se é Deus, o único verdadeiro Deus. Por fim, o povo disse: “O Senhor é Deus! O Senhor é Deus”! Todavia, o povo não reconheceu que há um só Deus, Deus único e verdadeiro. O momento passou e o povo continuou na idolatria.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. José Paulo Brocco (Pastor na 1ª IPC de São Paulo)