“Amplie seus horizontes”
24 de agosto de 2020
“Louvores sem fim!”
28 de agosto de 2020

“Apostasia” (2)

“O povo, porém, nada respondeu” (1Re 18.21).

O silêncio foi a resposta do povo quando o profeta Elias se apresentou ao rei Acabe e ele fala ao rei para convocar todo o povo de Israel e todos os quatrocentos e cinquenta profetas de Baal e mais os quatrocentos profetas de Aserá, que eram sustentados pela rainha Jezabel.

O encontro aconteceu no monte Carmelo. Elias dirige-se ao povo e diz: “Até quando vocês vão oscilar para um lado e para o outro? Se o Senhor é Deus, sigam-no; mas, se Baal é Deus, sigam-no” (1Re 18.21). Qual foi a resposta do povo? O silêncio.

Jezabel começou uma perseguição aos profetas do Senhor e seu objetivo era introduzir o culto a Baal, que era a divindade protetora de Tiro. “Jezabel estava exterminando os profetas do Senhor” (1Re 18.4). A rainha Jezabel implantou uma terrível perseguição contra os profetas do Senhor e, consequentemente, foi implantando a idolatria no Reino do Norte. E a apostasia tornou-se uma realidade. Após o encontro no monte Carmelo, quando Elias fugia de Jezabel, ele disse ao Senhor: “Tenho sido muito zeloso pelo Senhor, o Deus dos Exércitos. Os israelitas rejeitaram a tua aliança,

quebraram os teus altares, e mataram os teus altares à espada. Sou o único que sobrou, e agora também estão procurando matar-me” (1Re 19.10).
O povo não respondeu à pergunta de Elias, não porque não tivesse nada para responder, pois o seu silêncio em não confessar que há um único e verdadeiro Deus, mostra o quanto ele já havia se afastado do Senhor Deus. A apostasia levou o povo a ficar dividido e isto é uma forte indicação da incredulidade em Deus. Coração dividido é sinônimo de não crer unicamente em Deus.
A apostasia traz consigo a dúvida. O silêncio do povo revela a dúvida deles. Afinal, quem era Deus? O Deus do profeta Elias ou, o deus Baal? Dúvida! E como ela é terrível! Os profetas do Senhor foram mortos, pois não tinham dúvida a respeito de quem é Deus e que Deus é Deus. Morreram pela fé e por causa da fé em Deus. Eles não ficaram em silêncio, pois o testemunho deles era uma evidência que criam em Deus, o único e verdadeiro Deus.
A apostasia afasta a pessoa da Palavra de Deus. Moisés havia exortado o povo, séculos antes a respeito de manter-se firme na Palavra. “Elas não são palavras inúteis.

São a sua vida. Por meio delas vocês viverão muito tempo na terra da qual tomarão posse do outro lado do Jordão” (Dt 32.47). “O povo, porém, nada respondeu”. Não conhecer a Deus, o único Deus, de todo entendimento e de todo coração resulta nisso.

O seu pensamento também oscila entre Deus e deuses? A dúvida pode ser o começo para a apostasia.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. José Paulo Brocco (Pastor na 1ª IPC de São Paulo)