“Seja um agente da transformação”
14 de agosto de 2020
“Como orar?”
18 de agosto de 2020

“Apostasia” (1)

O que é apostasia? Uma definição comum é o abandono da fé, renúncia de uma religião.

A ideia de apostasia é de abandono da fé nas verdades do evangelho. E esse abandono é porque pessoas se deixam influenciar por falsos mestres que, além de serem hipócritas e mentirosos, suas consciências estão cauterizadas. “O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios” (1Tm 4.1). Em 2 Tessalonicenses 2.3 lemos: “Não deixem que ninguém os engane de modo algum. Antes daqueles dias virá a apostasia e, então, será revelado o homem do pecado, o filho da perdição”.
Nessas duas passagens há advertências sobre a apostasia. É curioso Paulo dizer que “alguns abandonarão a fé”. Ele, provavelmente, não está se referindo a todas as pessoas,
indistintamente, mas a pessoas que participavam dos cultos a Deus. Todavia, devemos ressaltar que não eram pessoas que criam, verdadeiramente em Deus e na Sua Palavra. Podem, até mesmo ter crido por um momento, mas, à semelhança da semente que caiu sobre as pedras “são os que recebem a palavra com alegria quando a ouvem, mas não têm raiz. Creem durante algum tempo, mas desistem na hora da provação” (Lc 8.13).

Uma pessoa pode apostatar de uma religião, até mesmo da fé. Porém, não é a mesma coisa que apostatar-se de Cristo, da Palavra de Deus. Todo aquele que, verdadeiramente crê em Jesus Cristo jamais apostata-se do seu Salvador, pois, a conversão a Deus é um ato da graça de Deus e é algo que Deus jamais muda. “Todo aquele que o Pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu jamais rejeitarei” (Jo 6.37). “E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum dos que ele me deu, mas eu os ressuscitarei no último dia” (Jo 6.39).

Há algumas evidências daqueles que apostatam. São pessoas que se deixam enganar pelas heresias, falsos ensinamentos. Eles “seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios”. Por que são enganadas? Apesar de ouvirem a Palavra de Deus e, até mesmo a receberem com alegria, crerem por algum tempo, “não têm raiz” (Lc 8.13).

Outra razão é que estão sempre em busca de novidades. “Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres para si mesmos, segundo seus próprios desejos” (2Tm 4.3).

Todo aquele que verdadeiramente crê em Jesus, que crê de todo coração na Palavra de Deus jamais apostata da fé em Jesus Cristo. E, não apenas não apostata da fé, mas também não se envergonha do seu Salvador.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. José Paulo Brocco (Pastor na 1ª IPC de São Paulo)