“Deus nos guarda!”
22 de agosto de 2020
“Apostasia” (2)
27 de agosto de 2020

“Amplie seus horizontes”

“Porque nós somos de ontem e nada sabemos; porquanto nossos dias sobre a terra são como a sombra.” (Jó 8.9)

Você já se equivocou em algum momento da sua vida? Quem nunca? Os amigos de Jó normalmente são apontados como aqueles que erraram feio ao dizer que a condição em que Jó se encontrava era consequência de pecados não confessados. Particularmente, penso que eu não teria agido diferente. Desta vez a fala está com Bildade, que passa a argumentar no propósito de defender a justiça de Deus, ao passo que descreve sobre a fragilidade humana e propensão natural dos indivíduos de fazer uma leitura errada das circunstâncias da vida.

Bildade se mostra escandalizado pela postura, supostamente, assumida por Jó, daí ele entra no embate e passa a fazer uma série de desafios como se vê: a) repreende Jô pelas palavras impetuosas v.2; b) defende a absoluta justiça de Deus v.3; c) lança acusações contra os filhos de Jó por entender que cometeram pecados v.4; chama Jó ao arrependimento no propósito de ser justo e reto v.6. Duas ideias intencionadas podem ser extraídas do texto. Vejamos:

Uma chamada a maturidade – “Porque nós somos de ontem e nada sabemos”. Bildade faz uso de um provérbio antigo, que aponta a antiguidade como a autoridade por excelência, e que, portanto, o momento peculiar que um individuo está vivendo, não lhe permite fazer uma leitura correta da realidade.

Uma afirmação da nossa brevidade – “porquanto nossos dias sobre a terra são como a sombra”. (Pouca luz) – a figura citada aqui é a do relógio de sol que operava por meio da sombra que era projetada pela luz do sol. Todos sabem da transitoriedade de uma sombra. Aqui surge o Desafio para nos voltarmos para Deus que detém o controle do hoje, que é o senhor do ontem.
Muito embora a leitura a respeito da situação de Jó não tenha sido acertada, fica para nós a instrução de ampliarmos a nossa visão, no intuito de entendermos que o momentâneo nem sempre corresponde com a leitura da realidade.

Por outro lado, muito embora Bildade tenha se apresentado como aquele que tinha as resposta, posteriormente ficou evidente que não.
Nós não temos todas as respostas, é exatamente por esta razão, que ao longo da vida, oscilamos tanto e, é por se acharem sabedores da vida, que alguns estão sujeitos a conclusões equivocadas.

Concluímos à luz das Escrituras que, apenas e tão somente Deus tem todas as respostas é, por isso, que somos instruídos a esperar nele e descansar o coração, na certeza de que ele conhece em profundidade a nossa realidade e os anseios do nosso coração.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Givaldo Santana (Pastor na IPC de Birigui – SP e Pedrinha Paulista – SP)