“Fonte inesgotável”
19 de novembro de 2019
“No céu está o nosso Deus e tudo faz como lhe agrada”
21 de novembro de 2019

“Além da dor”

“Se eu falar, a minha dor não cessa; se me calar, qual é o meu alívio?” (Jó 16.6)

Como é difícil lidar com o sofrimento. Não há um manual, ou uma fórmula pronta que possam ser aplicada infalivelmente.

De acordo com Jó, não faz diferença se falamos ou ficamos em silêncio. A dor ainda está lá. Se tentamos nos defender diante das pessoas, somos reprovados e, se não há tentativa de defesa, a dor continua. Nem mesmo se colocamos a causa diante de Deus a dor some. A diferença neste caso é que recebo o conforto do Senhor.

Então, se não há o que falar e nem mesmo vantagem no calar, é preciso lembrar que toda dor nosso Senhor Jesus tomou sobre si. Isto quer dizer que para o crente em Cristo toda dor um dia terá fim. Quando Cristo vier ele enxugará dos olhos toda lágrima.

Assim, a esperança que se pronuncia no meio da dor é a de que Deus nos dará refrigério e Ele o fará aqui, cuidando de nós, nos fazendo suportar as agruras de um mundo caído e nunca nos deixando esquecer, pelo seu Espírito que habita em nós, que um dia seremos definitivamente livres de todo sofrimento.

Hoje é tempo de firmar a mente e o coração na certeza de que além da dor, das dúvidas e das inquietações, há algo especial reservado para aqueles que amam a Deus. Basta crer e esperar nele.

Que o Senhor Jesus conceda um ótimo dia a você e toda a sua família.

Rev. Welerson Alves Duarte (Presidente Geral da IPCB e Pastor na IPC de São Bernardo do Campo – SP)